Pedalando com Molière

Pedalando com Molière (Philippe Le Guay, 2013)

28 fev.
quarta-feira, 19:30 — Centro Cultural de Brasília

Alceste à bicyclette (Pedalando com Molière). Direção: Philippe Le Guay. Produção: Anne-Dominique Toussaint. Roteiro: Philippe Le Guay, Fabrice Luchini, Emmanuel Carrère. Música: Jorge Arriagada. Fotografia: Jean-Claude Larrieu. Edição: Monica Coleman. Design de produção: Françoise Dupertuis. Elenco: Fabrice Luchini, Lambert Wilson, Maya Sansa, Camille Japy, Ged Marlon e outros. ― 2013, França. 1h 44min. Em francês, italiano, com legendas em português.

Cansado da carreira de ator, o respeitado Serge Tanneur decide abandonar os palcos e se aposentar, vivendo isolado na pequena Ilha de Ré. Sua calma é interrompida pela chegada de Gauthier Valence, ator de televisão popular, que o convida a interpretar o papel principal em uma adaptação de O Misantropo, de Molière. Afinal, a nova condição de Serge combina muito bem com o personagem clássico… Após a recusa inicial, Serge propõe um desafio: ambos devem ensaiar a primeira cena da peça juntos, nos papéis de Philinte e Alceste, e depois de cinco dias treinando, ele dará a resposta sobre sua participação. Começam assim os jogos de poder e manipulação entre os dois homens.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 

Críticas e comentários

 

Anúncios

Nossa irmã mais nova

Nossa irmã mais nova (Hirokazu Koreeda, 2015)

21 fev.
quarta-feira, 19:30 — Centro Cultural de Brasília

Umimachi Diary (Nossa irmã mais nova). Direção: Hirokazu Koreeda. Produção: Takashi Ishihara, Kaoru Matsuzaki, Hijiri Taguchi. Roteiro: Hirokazu Koreeda, inspirado na série de manga josei “Umimachi Diary”, de Akimi Yoshida. Música: Yôko Kanno. Fotografia: Mikiya Takimoto. Edição: Hirokazu Koreeda. Design de produção: Keiko Mitsumatsu. Elenco: Haruka Ayase, Masami Nagasawa, Kaho, Suzu Hirose, Ryo Kase e outros. ― 2015, Japão. 2h 8min. Em japonês, com legendas em português.

Três irmãs vivem na casa da falecida avó, abandonadas pelos pais. Um dia ficam sabendo da morte de seu pai e comparecem ao funeral, onde conhecem a filha que ele teve em outro casamento, Suzu, de apenas 13 anos. Percebendo que ela, assim como o trio, ficaria abandonada, decidem levar a menina para morar com elas. A partir de então, as quatro irmãs constroem um convívio rico e fecundo.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

 

 

Chocolate

 

13  DE DEZEMBRO
quarta-feira − 19h30

Chocolat (Chocolate). Direção: Lasse Hallström. Produção: David Brown, Kit Golden, Leslie Holleran. Roteiro: Robert Nelson Jacobs, baseado no romance Chocolat (1999), de Joanne Harris. Música: Rachel Portman. Edição: Andrew Mondshein. Fotografia: Roger Pratt. Direção de arte: Lucy Richardson. Figurino: Renee Ehrlich Kalfus. Elenco: Juliette Binoche, Johnny Depp, Alfred Molina, Victoire Thivisol, Carrie-Anne Moss e outros.
― 2000, Reino Unido, Estados Unidos. 2h 1min. Em inglês, francês, com legendas em português.

Durante a Quaresma, em Lansquenet, uma aldeia francesa marcada pelas tradições e o peso da religião, chegam Vianne Rocher e sua filha Anouk. Vianne é uma jovem e encantadora mulher, mestra na fabricação de chocolate. A nova loja não é bem aceita pelo austero e controlador Conde de Reynaud.

 

O chef Gustavo Maragna, chocolatier, conversará com a plateia sobre a origem e fabricação do chocolate.

 

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 

 

Essa sessão encerra a temporada 2017 do Cine-Fórum.
Voltaremos no dia 21 de fevereiro de 2018.

 

Todas as manhãs do mundo

6  DE DEZEMBRO
quarta-feira − 19h30

Tous les matins du monde (Todas as manhãs do mundo). Direção: Alain Corneau. Produção: Jean-Louis Livi. Roteiro: Alain Corneau, Pascal Quignard, baseado no romance Tous les matins du monde (1991), de Pascal Quignard. Música: Jordi Savall. Fotografia: Yves Angelo. Edição: Marie-Josèphe Yoyotte. Design de produção: Bernard Vézat. Decoração: Françoise Doré. Figurino: Corinne Jorry. Elenco: Jean-Pierre Marielle, Gérard Depardieu, Guillaume Depardieu, Anne Brochet, Carole Richert e outros.
― 1991, França. 1h 55min. Em francês, com legendas em português.

França, século XVII, o compositor Marin Marais recorda o aprendizado e tensões vividos com seu mestre de viola de gamba Monsieur de Sainte-Colombe.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 Trilha sonora no Spotify

Solaris

 

15 DE NOVEMBRO
quarta-feira − 19h30

Солярис (Solaris). Direção: Andrei Tarkovsky. Roteiro: Fridrikh Gorenshteyn, Andrei Tarkovsky, baseado no romance homônimo de Stanislaw Lem Música: Eduard Artemev. Fotografia: Vadim Yusov. Edição: Lyudmila Feyginova, Nina Marcus. Design de produção: Mikhail Romadin. Cenários: S. Gavrilov, V. Prokofev. Figurino: Nelli Fomina. Elenco: Natalya Bondarchuk, Donatas Banionis, Jüri Järvet, Vladislav Dvorzhetskiy, Nikolay Grinko e outros.
― 1972, União Soviética. P&B (eastman double-X negative film) e colorido (eastman color), 2h 47min. Em russo, alemão, com legendas em português.

Um famoso cosmonauta-psiquiatra é enviado para a estação científica que está em órbita do planeta oceânico Solaris. Na estação, há intrigantes aparições, motivando o suicídio de um dos tripulantes e causando intensa perturbação mental nos dois remanescentes. Ao debater a natureza das aparições com os cientistas a bordo, Kris tenta se aferrar à realidade, ao mesmo tempo em que luta contra a tentação de acreditar em sua própria alucinação. Tarkovsky, ao contrário das ficções científicas da época, procura explorar um espaço muito mais vasto e perigoso do que o que nos rodeia, o espaço interior.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 

 

 Críticas e comentários

O círculo vermelho

O círculo vermelho (Jean-Pierre Melville, 1970)

31 DE OUTUBRO
terça-feira − 19h30

Le cercle rouge (O círculo vermelho). Direção e roteiro: Jean-Pierre Melville. Produção: Robert Dorfmann. Música: Éric Demarsan. Fotografia: Henri Decaë. Edição: Marie-Sophie Dubus, Jean-Pierre Melville. Elenco: Alain Delon, Gian Maria Volontè, Yves Montand, Bourvil, Paul Crauchet e outros.
― 1970, França, Itália. Color. (Eastmancolor), 2h 20min. Em francês, com legendas em português.

Corey é um charmoso ladrão que deixou a prisão no mesmo dia que o assassino Vogel escapou da custódia do superintendente de polícia Mattei. Assim começa a parceria entre os dois bandidos, que juntos com um ex-policial planejam um roubo de jóias.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 Críticas e comentários

 

Atirem no pianista

kinopoisk.ru

24 DE OUTUBRO
terça-feira − 19h30

Tirez sur le pianiste (Atirem no pianista). Direção: François Truffaut. Produção: Pierre Braunberger. Roteiro: François Truffaut, Marcel Moussy, baseado no romance Down There (1956), de David Goodis. Música: Georges Delerue. Fotografia: Raoul Coutard. Edição: Claudine Bouché, Cécile Decugis. Elenco: Charles Aznavour, Marie Dubois, Nicole Berger, Michèle Mercier, Serge Davri e outros.
― 1960, França. P&B, 1h 21min. Em francês, com legendas em português.

Após perder a esposa, o célebre pianista Edouard Saroyan abandona a carreira e passa a tocar em um bar, onde acaba reencontrando um de seus irmãos, que está envolvido com a máfia.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 

 Críticas e comentários