Como eu festejei o fim do mundo

Como eu festejei o fim do mundo (Cãtãlin Mitulescu, 2006)

Cum mi-am petrecut sfârsitul lumii (Como eu festejei o fim do mundo). Direção: Cãtãlin Mitulescu. Roteiro: Cãtãlin Mitulescu, Andreea Valean. Música: Alexander Balanescu. Fotografia: Marius Panduru. Edição: Cristina Ionescu. Elenco: Dorotheea Petre, Timotei Duma, Ioan Albu, Sergiu Anghel, Adrian Bulboaca e outros.
― 2006, Romênia, França. 1h 46min. Em romeno.

Os irmãos, Eva, de 17 anos, e Lilu, de 7, vivem em Bucareste durante os últimos anos do regime comunista. Depois que Eva quebra acidentalmente um busto do ditador Nicolae Ceausescu e é mandada para colégio interno, seu irmão planeja vingar-se.

[ficha técnica IMDB]

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 

Críticas e comentários

Anúncios

A liberdade é azul


A liberdade é azul

No dia 12 de novembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme A liberdade é azul, filme inaugural da Trilogia das Cores, do polonês Krzysztof Kieslowski (1941–1996).

A exibição de A liberdade é azul (1993) insere-se na retrospectiva histórica feita pelo Cine-Fórum CCB ao longo de 2013.

Sinopse

Ao acordar num hospital depois de um acidente, Julie fica sabendo que sua filha e seu marido Patrice morreram. No desespero, Julie procura se desfazer de tudo que lhe lembre o passado Aos poucos, reencontra a vontade de viver com Olivier a retomar o trabalho do marido. Julie sente de novo a dor da perda ao reabrir antigas feridas, mas, com Olivier ao seu lado, tem mais confiança em si e no futuro.

Trois couleurs: BleuA liberdade é azul ― Krzysztof Kieslowski (1993) França, Polônia, Suíça. Elenco: Juliette Binoche, Zbigniew Zamachowski, Julie Delpy. (98 min). Idioma: Francês, romeno, polonês, legendas em português.

ENTRADA FRANCA
Classificação indicativa

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários