Sophia 8.2

Sophia Loren

Celebre conosco os 82 anos da grande atriz italiana,
comemorado no dia 20 de setembro.
O nosso pequeno festival é também uma homenagem
a seus fãs de todos os tempos, e de todas a idades.

 

Pequeno festival Sophia Loren
(setembro)

6 – A bela moleira (Mario Camerini, 1955)
13 – A Condessa de Hong Kong (Charles Chaplin, 1967)
20 – Os girassóis da Rússia (Vittorio De Sica, 1970)
27 – Nine (Rob Marshall, 2009)

#SophiaLoren82

Primavera para Hitler

Primavera para Hitler (Mel Brooks, 1967)

30 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

The Producers (Primavera para Hitler). Direção: Mel Brooks. Produção: Sidney Glazier. Roteiro: Mel Brooks. Música: John Morris. Fotografia: Joseph F. Coffey. Edição: Ralph Rosenblum. Elenco: Gene Wilder, Zero Mostel, Estelle Winwood, Dick Shawn, Renée Taylor e outros.
― Estados Unidos, 1967. 1h 28min Em inglês, alemão, com legendas em português.

Um produtor de teatro falido e um tímido contador criam o plano ideal para levantar dinheiro fácil – superfaturar um orçamento de produção para uma peça na Broadway, fazer do espetáculo um tremendo fracasso, e fugir para o Rio de Janeiro com o dinheiro arrecadado. Assim, eles produzem Primavera para Hitler, um infame musical sobre o nazismo. Porém, a peça se transforma num grande sucesso, para o desespero dos trambiqueiros.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

Dr. Fantástico

Dr. Fantástico (Stanley Kubrick, 1964)

23 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

Dr. Strangelove (Dr. Fantástico). Direção: Stanley Kubrick. Produção: Stanley Kubrick. Roteiro: Stanley Kubrick, Terry Southern, Peter George, baseado no romance  “Red Alert”, de Peter George. Música: Laurie Johnson. Fotografia: Gilbert Taylor. Edição: Anthony Harvey. Elenco: Peter Sellers, George C. Scott, Sterling Hayden, Keenan Wynn, Slim Pickens e outros.
― Reino Unido, Estados Unidos, 1964. P&B, 1h 35min. Em inglês, russo, com legendas em português.

O General Ripper fica maluco e arma um plano para iniciar a guerra nuclear. Então as autoridades máximas dos Estados Unidos e da União Soviética tentam parar um avião-bombardeiro cuja tripulação recebera ordens de lançar uma bomba nuclear na Rússia.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 Críticas e comentários

O juízo universal

O juízo universal (Vittorio De Sica, 1961)

16 AGOSTO
terça-feira − 19h30

Il giudizio universale (O juízo universal). Direção: Vittorio De Sica. Produção: Dino De Laurentiis. Roteiro: Cesare Zavattini. Elenco: Alberto Sordi, Vittorio Gassman, Anouk Aimée, Fernandel, Nino Manfredi e outros.
― Itália, França, 1961. P&B, 1h 35min. Em italiano, com legendas em português.

Tudo pode acontecer no dia do Juízo Final em Nápoles. Quando uma voz poderosa que vem do céu anuncia que o dia fatídico chegou, os moradores da cidade reagem cada um a sua maneira… É o início de uma série de situações divertidas e inusitadas.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 Críticas e comentários

Diabo a quatro

Groucho Marx em O Diabo a Quatro (1933)

9 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

Duck Soup (Diabo a quatro). Direção: Leo McCarey. Produção: Herman J. Mankiewicz. Roteiro: Bert Kalmar, Harry Ruby, Arthur Sheekman, Nat Perrin. Elenco: Groucho Marx, Harpo Marx, Chico Marx, Zeppo Marx, Margaret Dumont e outros.
― Estados Unidos, 1933. P&B, 68 min. Em inglês, com legendas em português.

A história de poder e corrupção se passa no mítico país da Freedonia, um país em crise e à beira de uma revolução. A milionária Sra. Teasdale (Margaret Dumont), a principal patrona de Freedonia, emprestará ao país 20 milhões se o presidente renunciar e entregar o comando ao “destemido e progressivo” Rufus T. Firefly (Groucho Marx). Na noite em que vai assumir seu novo cargo, Firefly chega tarde à cerimônia de posse, insulta a todos que avista e canta uma música sobre como pretende abusar de seu poder. Enquanto isto, o Embaixador Trentino (Louis Calhern) da vizinha Sylvania esquematiza como depor Firefly e tomar Freedonia para ele mesmo. No esforço de encontrar evidências suficientes para desmoralizar Firefly, ela manda seus mais confiáveis espiões, Chicolini (Chico Marx) e Pinky (Harpo Marx). Uma inacreditável confusão se instaura e as cenas que se seguem estão entre as antologias de humor no cinema.

 

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

 

A batalha dos sexos

A batalha dos sexos (Charles Crichton, 1960)
2 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

The Battle of the Sexes (A batalha dos sexos). Direção: Charles Crichton. Produção: Monja Danischewsky. Roteiro: Monja Danischewsky, baseado no conto The Catbird Seat, de James Thurber. Música: Stanley Black. Fotografia: Freddie Francis. Edição: Seth Holt. Elenco: Peter Sellers, Robert Morley, Constance Cummings, Jameson Clark, Ernest Thesiger e outros.
― Reino Unido, 1959. P&B, 1h 24min. Em inglês, com legendas em português.

A empresária Ângela Barrows é enviada por sua empresa à Edinburgh para descobrir novas oportunidades de exportação. No caminho ela se encontra com o negociante Robert MacPherson, que a persuade a colocar sua empresa na modernidade. Na chefia está Mr. Martin, que tem outros planos – e a batalha começa.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Críticas e comentários

Em um mundo melhor

Em um mundo melhor (Susanne Bier, 2010)
26 DE JULHO
terça-feira − 19h30

Hævnen (Em um mundo melhor). Direção: Susanne Bier. Produção: Sisse Graum Jørgensen. Roteiro: Anders Thomas Jensen, Susanne Bier, Per Nielsen. Música: Johan Söderqvist. Fotografia: Morten Søborg. Edição: Pernille Bech Christensen, Morten Egholm. Elenco: Mikael Persbrandt, Wil Johnson, Eddy Kimani, Emily Mulaya, Gabriel Muli e outros.
― Dinamarca, Suécia, 2010. 1h 59min. Em dinamarquês, sueco, inglês, árabe, com legendas em português.

Anton é um médico que vive entre sua casa numa tranquila cidade na Dinamarca e seu trabalho num campo de refugiados africanos. Nesses dois mundos diferentes, ele e sua família se deparam com conflitos que os levarão a escolhas difíceis entre vingança e perdão. Anton e sua esposa Marianne estão separados e lutam com a possibilidade do divórcio. Seu filho mais velho, Elias, estava sofrendo na escola até ser defendido por Christian, o novo garoto recém-chegado de Londres com seu pai, Claus. A mãe de Christian perdeu recentemente sua luta contra o câncer e ele está profundamente abalado pela perda. Elias e Christian criam rapidamente uma forte ligação, mas quando Christian envolve Elias num perigoso ato de vingança com consequências potencialmente perigosas, sua amizade é testada e vidas são postas em risco.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 

 Críticas e comentários