2001: uma odisseia no espaço

2001 uma odisseia no espaço (Stanley Kubrick, 1968)

7 DE NOVEMBRO
terça-feira − 19h30

2001: A Space Odyssey (2001: uma odisseia no espaço). Direção: Stanley Kubrick. Produção: Stanley Kubrick. Roteiro: Stanley Kubrick, Arthur C. Clarke, baseado no conto The Sentinel (1951), de Arthur C. Clarke (1917 – 2008). Música: Aram Khachaturyan, György Ligeti, Johann Strauss, Richard Strauss. Fotografia: Geoffrey Unsworth. Edição: Ray Lovejoy Elenco: Keir Dullea, Gary Lockwood, William Sylvester, Daniel Richter, Leonard Rossiter e outros.
― 1968, Estados Unidos, Reino Unido. Colorido (technicolor, metrocolor), 2h 29min. Em inglês, russo, com legendas em português.

Desde a Aurora do Homem, um misterioso monolito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas é enviada à Júpiter para investigar o enigmático monolito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000. Entretanto, no meio da viagem HAL entra em pane e tenta assumir o controle da nave, eliminando um a um os tripulantes.

Livre para todos os públicos

 Críticas e comentários

Anúncios

Dois homens em Manhattan

Dois homens em Manhattan

18 DE OUTUBRO
quarta-feira − 19h30

Deux hommes dans Manhattan (Dois homens em Manhattan). Direção e roteiro: Jean-Pierre Melville. Produção: Florence Melville, Alain Térouanne. Música: Christian Chevallier, Martial Solal. Fotografia: Nicolas Hayer. Edição: Monique Bonnot. Elenco: Pierre Grasset, Christiane Eudes, Jean-Pierre Melville, Ginger Hall, Colette Fleury e outros.
― 1959, França. P&B, 1h 24min. Em francês, inglês, com legendas em português.

O repórter Moreau e o fotógrafo Pierre Delmas buscam um diplomata da delegação francesa nas Nações Unidas que desapareceu misteriosamente em Nova Iorque.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 

 Críticas e comentários

 

 

Samba

Samba (Olivier Nakache e Eric Toledano, 2014)

17 DE OUTUBRO
terça-feira − 19h30

Samba. Direção: Olivier Nakache, Eric Toledano. Produção: Nicolas Duval Adassovsky, Laurent Zeitoun, Yann Zenou, Omar Sy. Roteiro: Eric Toledano, Olivier Nakache, Delphine Coulin, Muriel Coulin, a partir do romance Samba pour la France (2011), de Delphine Coulin. Música: Ludovico Einaudi. Fotografia: Stéphane Fontaine. Edição: Dorian Rigal-Ansous. Elenco: Omar Sy, Charlotte Gainsbourg, Tahar Rahim, Izïa Higelin, Issaka Sawadogo e outros.
― 2014, França. Gaumont. 1h 58min. Em francês, árabe, inglês, português, russo, sérvio, com legendas em português.

Samba é um imigrante do Senegal que vive há 10 anos na França, trabalha em um restaurante como lavador de pratos, mas tem problemas com a imigração e acaba por ser preso. Alice é uma executiva que sofreu uma crise de burnout devido ao trabalho excessivo e, agora, trabalha como voluntária em uma ONG que ajuda imigrantes em situação irregular como parte de seu tratamento. Duas vidas com poucas perspectivas que se cruzam e iniciam um relacionamento insólito.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 

 Críticas e comentários

 

 

Falstaff : o toque da meia-noite

13 DE SETEMBRO
quarta-feira − 19h30

 

Falstaff: chimes at midnight (Falstaff: o toque da meia-noite). Direção: Orson Welles. Produção: Ángel Escolano, Emiliano Piedra, Harry Saltzman, Alessandro Tasca. Roteiro: Orson Welles, baseado em peças de William Shakespeare (1564–1616) e nas crônicas de Raphael Holinshed (1529–1580). Música: Angelo Francesco Lavagnino. Fotografia: Edmond Richard. Edição: Elena Jaumandreu, Frederick Muller, Peter Parasheles. Design de produção: Mariano Erdoiza. Decoração: José Antonio de la Guerra. Figurino: Orson Welles. Elenco: Orson Welles, Jeanne Moreau, Margaret Rutherford, John Gielgud, Marina Vlady e outros.
― 1965, Suiça, França, Espanha. P&B, 1h 59min. Em inglês, com legendas em português.

Inglaterra, início do século XV. Na iminência de uma guerra civil, o já idoso e doente rei Henrique IV luta tanto para manter seu reinado quanto contra os costumes boêmios que seu filho Hal, o futuro rei Henrique V, leva ao lado de Falstaff, um velho beberrão dono de hábitos desregrados.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Críticas e comentários

Tão longe, tão perto!


25 DE JULHO
terça-feira − 19h30

In weiter Ferne, so nah! (Tão longe, tão perto!). Direção: Wim Wenders. Produção: Wim Wenders Ulrich Felsberg. Roteiro: Wim Wenders, Ulrich Zieger, Richard Reitinger. Música: Laurent Petitgand, Graeme Revell. Fotografia: Jürgen Jürges. Edição: Peter Przygodda. Design de produção: Albrecht Konrad. Direção de arte: Martin Schreiber. Figurino: Esther Walz. Elenco: Otto Sander, Nastassja Kinski, Peter Falk, Bruno Ganz, Horst Buchholz e outros.
― 1993, Alemanha. 2h 24min. Em alemão, francês, inglês, italiano, russo, com legendas em português.

Quando um anjo ousa cruzar a linha, ele chega a cidade de Berlim passando pela dura realidade do pós-Guerra Fria e acaba engajado em um combate fatal para proteger os mortais que ele ama.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 

 Críticas e comentários

Underground

18 DE JULHO
terça-feira − 19h30

Underground (Underground: mentiras de guerra). Direção: Emir Kusturica. Produção: Pierre Spengler. Roteiro: Dusan Kovacevic, Emir Kusturica. Música: Goran Bregovic. Fotografia: Vilko Filac. Edição: Branka Ceperac. Elenco: Predrag ‘Miki’ Manojlovic, Lazar Ristovski, Mirjana Jokovic, Slavko Stimac, Ernst Stötzner e outros.
― 1995, República Federal da Iugoslávia, França, Alemanha, Bulgária, República Checa, Hungria. 2h 50min Em sérvio, alemão, francês, inglês, russo, com legendas em português.

Durante a Segunda Guerra Mundial, num esconderijo subterrâneo em Belgrado, dois amigos fazem fortuna utilizando refugiados em um abrigo subterrâneo para produzir armas que vendem no mercado negro. Marko é um jovem líder de uma banda musical, e participa do submundo do tráfico de armas. Junto com seu amigo Blaky, Marko passa a fornecer armas aos membros da resistência e em pouco tempo conseguem enriquecer. No final do conflito, Marko continua iludindo os refugiados por mais quinze anos, para explorá-los e assim tornando-se mais ricos.

Não recomendado para menores de 16 anos

Sólo le pido a Dios
Que la guerra no me sea indiferente
Es un monstruo grande y pisa fuerte
Toda la pobre inocencia de la gente

León Gieco

 

Críticas e comentários

A nau dos insensatos

11 DE JULHO
terça-feira − 19h30

Ship of Fools (A nau dos insensatos). Direção e produção: Stanley Kramer. Roteiro: Abby Mann, baseado no romance Ship of fools (1962), de Katherine Anne Porter. Música: Ernest Gold. Fotografia: Ernest Laszlo. Edição: Robert C. Jones. Design de produção: Robert Clatworthy. Decoração: Joseph Kish. Figurino: Bill Thomas. Elenco: Vivien Leigh, Simone Signoret, José Ferrer, Lee Marvin, Oskar Werner e outros.
― 1965, Estados Unidos. P&B, 2h 29min. Em inglês, alemão, espanhol, com legendas em português.

O filme mostra a história de diferentes passageiros a bordo de um navio que viaja do México rumo à Alemanha pré-Hitler. Durante longos 36 dias, vários personagens contam suas vidas e suas experiências. Há um discípulo do nazismo, um rico judeu, um dançarino franzino e sua trupe. Um médico, Wilhelm Schumann, fica frustrado por não conquistar a bela Condessa; há o nobre e amaldiçoado espanhol; o amor entre os dois jovens e artistas americanos. E há também Glocken, um anão filósofo que anuncia que aquela é a nau dos insensatos.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários