À meia luz

À meia luz

No dia 1º de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme À meia luz, dirigido pelo cineasta estadunidense George Cukor (1899–1983).

Este filme integra o Pequeno Festival Ingrid Bergman (1915–1982), na comemoração do centenário de seu nascimento.

#IngridBergman100

Sinopse

História de Paula Alquist, sobrinha de uma famosa cantora de ópera assassinada, e Gregory Anton, pianista pretendente e futuro esposo de Paula. Após o casamento, Gregory passa a torturar psicologicamente sua jovem esposa, fazendo-a acreditar que está enlouquecendo. A história passa a tomar um rumo diferente, embora embebida em suspense, quando o investigador Brian Cameron passa a desconfiar de Gregory.

Gaslight (À meia luz). Estados Unidos: 1944. Direção: George Cukor. Roteiro: John Van Druten, Walter Reisch, John L. Balderston, baseado na peça de teatro Angel Street, de Patrick Hamilton (1904–1962). Elenco: Charles Boyer, Ingrid Bergman, Joseph Cotten, Dame May Whitty, Angela Lansbury e outros. Música: Bronislau Kaper. Direção de fotografia: Joseph Ruttenberg. Edição: Ralph E. Winters. Direção de arte: Cedric Gibbons. 114 min, P&B, em inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Comentários e críticas

Anúncios

A fonte das mulheres

A fonte das mulheres (2011)

No dia 26 de maio, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme A fonte das mulheres, do cineasta judeu-romeno Radu Mihaileanu.

Sinopse

A história se passa nos tempos atuais, em uma remota e tradicional aldeia patriarcal, em algum lugar no Magrebe. A pequena aldeia, assombrada pela seca, o desemprego e a corrupção das autoridades locais – que atrasam a instalação da água encanada e da eletricidade – sobrecarrega de trabalho pesado suas mulheres. Sempre levando baldes nas costas, ladeira acima, ladeira abaixo, várias delas, grávidas, perdem os filhos. Leïla, esposa de Sami, jovem professor da escola local, começa um movimento de greve de sexo entre as mulheres para forçar os homens a trazer água para a aldeia. Há uma forte e brutal reação dos homens, apoiados por seus líderes. Com coragem e bom humor, as mulheres resistem até conseguir seu objetivo.

La source des femmes (A fonte das mulheres). Bélgica, Itália, França: 2011, 135 min, em árabe, com legendas em português. Direção: Radu Mihaileanu. Roteiro: Radu Mihaileanu, Alain-Michel Blanc, Catherine Ramberg. Elenco: Leïla Bekhti, Hafsia Herzi, Hiam Abbass. Distribuidor: Paris Filmes.

Entrada franca

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Comentários, críticas

Saindo do armário

Get real • Saindo do armário ― Simon Shore (1998)

No dia 25 de junho, terça-feira, às 19h30, no Centro Cultural de Brasília (jesuítas), o Cine-Fórum apresenta o filme Saindo do armário, dirigido pelo inglês Simon Shore.

A apresentação do filme Saindo do armário rememora os Conflitos de Stonewall, ocorridos em 28 de junho de 1969, em Nova Iorque, marco celebrativo da luta pelos direitos das pessoas homossexuais.

«Movies like “Get Real” might help homophobic teenagers and adults become more accepting of differences.»

Roger Ebert
(1942 — 2013) 

Sinopse

Steven é um estudante secundarista inteligente, interessado em jornalismo e fotografia, confidencia suas emoções com sua bem humorada amiga Linda. Johnny é um atleta admirado por todos e o rapaz mais bonito da escola, que namora a menina mais linda da cidade. Steven e Johnny têm um relacionamento homoafetivo. Amigos, colegas, educadores e pais compõem a intricada teia de relacionamentos e conflitos que emoldura o drama de Steven e Johnny.

Get realSaindo do armário ― Simon Shore (1998) Reino Unido. Elenco: Ben Silverstone, Brad Gorton, Charlotte Brittain. (108 min). Distribuidor: Casablanca Filmes. Idioma: Inglês, legendas em português.

 Entrada franca

Classificação indicativa

Não recomendado para menores de 16 anos

Comentários, críticas, indicação de leituras 

Trailer