Nossa irmã mais nova

Nossa irmã mais nova (Hirokazu Koreeda, 2015)

21 fev.
quarta-feira, 19:30 — Centro Cultural de Brasília

Umimachi Diary (Nossa irmã mais nova). Direção: Hirokazu Koreeda. Produção: Takashi Ishihara, Kaoru Matsuzaki, Hijiri Taguchi. Roteiro: Hirokazu Koreeda, inspirado na série de manga josei “Umimachi Diary”, de Akimi Yoshida. Música: Yôko Kanno. Fotografia: Mikiya Takimoto. Edição: Hirokazu Koreeda. Design de produção: Keiko Mitsumatsu. Elenco: Haruka Ayase, Masami Nagasawa, Kaho, Suzu Hirose, Ryo Kase e outros. ― 2015, Japão. 2h 8min. Em japonês, com legendas em português.

Três irmãs vivem na casa da falecida avó, abandonadas pelos pais. Um dia ficam sabendo da morte de seu pai e comparecem ao funeral, onde conhecem a filha que ele teve em outro casamento, Suzu, de apenas 13 anos. Percebendo que ela, assim como o trio, ficaria abandonada, decidem levar a menina para morar com elas. A partir de então, as quatro irmãs constroem um convívio rico e fecundo.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

 

 

Anúncios

Nathalie Granger

27 DE SETEMBRO
quarta-feira − 19h30

Nathalie Granger. Direção e roteiro: Marguerite Duras. Produção: Jean-Michel Carré, Luc Moullet. Fotografia: Ghislain Cloquet. Edição: Nicole Lubtchansky. Elenco: Jeanne Moreau, Lucia Bosé, Gérard Depardieu, Luce Garcia-Ville, Valerie Mascolo e outros.
― 1972, França. P&B, 1h 23min. Em francês, com legendas em português.

Uma tarde na vida de duas mulheres, fechadas em casa e em silêncio. Uma delas, Isabelle Granger, está preocupada com o comportamento violento da filha Nathalie. Do mundo exterior surgem ecos via rádio (a presença de um par de assassinos na região) e, mais tarde, um vendedor de máquinas de lavar. Na singularidade narrativa de Duras, sobressaem uma poderosa impressão de um tempo suspenso, parado, e uma angústia contida.

 

Não recomendado para menores de 10 anos.

 Críticas e comentários

Um gato em Paris

Um gato em Paris (Jean-Loup Felicioli e Alain Gagnol, 2010)
11 DE OUTUBRO
terça-feira − 19h30

Une vie de chat (Um gato em Paris). Direção: Jean-Loup Felicioli, Alain Gagnol. Roteiro: Alain Gagnol, Jacques-Rémy Girerd. Música: Serge Besset.
― França, Países Baixos, Suíça, Bélgica, 2010. Cor, 75 min. Em francês, com legendas em português.

Dino é um gato que divide a vida entre duas casas. Durante o dia ele fica ao lado de Zoé, a filha de Jeanne, que é delegada de polícia. À noite ele acompanha Nico, um ladrão de grande habilidade que perambula pelos tetos de Paris em busca de novos roubos. Jeanne investiga vários roubos de joias e ainda precisa proteger o Colosso de Nairóbi, um monumento famoso cobiçado por Victor Costa. Dino é testemunha de tudo o que acontece com seus dois parceiros e, por causa disto, vive várias aventuras.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

 

Volver

Volver (Pedro Almodóvar, 2006)7 DE JUNHO
terça-feira − 19h30

Volver. Direção: Pedro Almodóvar. Produção: Esther García, Agustín Almodóvar, Toni Novella. Roteiro: Pedro Almodóvar. Música: Alberto Iglesias. Elenco: Penélope Cruz, Carmen Maura, Lola Dueñas, Blanca Portillo, Yohana Cobo e outros.
― Espanha, 2006. 2h 1min. Em espanhol, com legendas em português.

Raimunda é uma mulher jovem trabalhadora, atraente, frágil emocionalmente. Raimunda guarda um segredo terrível desde sua infância. Vive com um marido desempregado e uma filha em plena adolescência. As finanças familiares não vão muito bem, e assim ela equilibra as finanças com diversos empregos. Sua irmã Sole, tímida e receosa, ganha a vida com um salão de beleza irregular. Seu marido a abandonou e fugiu com uma cliente e desde então ela vive sozinha. Paula é tia delas e mora em uma aldeia em La Mancha, onde toda a família nasceu. Uma aldeia castigada pelos ventos leste, a causa direta do alto índice de insanidade registrado lá e responsável pelos diversos incêndios que devastam a área em todos os verões.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

Sonata de outono

Sonata de outono (Ingmar Bergman, 1978)

No dia 29 de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Sonata de outono, dirigido pelo cineasta sueco Ingmar Bergman (1918–2007).

Este filme integra o Pequeno Festival Ingrid Bergman (1915–1982), na comemoração do centenário de seu nascimento.

#IngridBergman100

Sinopse

Charlotte, uma renomada pianista, vai até a casa de sua filha Eva para lhe fazer uma visita. Ela se surpreende ao encontrar sua outra filha, Helena, que tem problemas mentais. Eva tirou Helena da instituição na qual Charlotte a havia internado, para cuidar dela em casa. A tensão entre mãe e filha culmina num processo catártico, quando ambas falam tudo que sempre gostariam de ter dito.

Höstsonaten (Sonata de outono). Suécia, França, Alemanha Ocidental: 1978. Direção e roteiro: Ingmar Bergman. Elenco: Ingrid Bergman, Liv Ullmann, Lena Nyman, Halvar Björk, Marianne Aminoff e outros. Direção de fotografia: Sven Nykvist. Edição: Sylvia Ingemarsson. 99 min, em sueco, inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Comentários e críticas