Biutiful

Biutiful ( Alejandro G. Iñárritu, 2010)
14 DE JUNHO
terça-feira − 19h30

Biutiful. Direção: Alejandro González Iñárritu. Roteiro: Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Armando Bo. Música: Gustavo Santaolalla. Elenco: Javier Bardem, Maricel Álvarez, Hanaa Bouchaib, Guillermo Estrella, Eduard Fernández e outros.
― México; Espanha, 2010. 2h 28min. Em espanhol, wolof, chinês, com legendas em português.

Esta é a história de um homem que vive uma queda livre emocional. Em sua viagem em busca de redenção, a escuridão ilumina o seu caminho. Conectado ao outro mundo, Uxbal é um trágico herói e pai de dois filhos que, ao sentir o perigo iminente da morte, batalha contra uma dura realidade e um destino que o impede de perdoar, perdoar-se, por amor e para sempre.

Não recomendado para menores de 16 anos

 Críticas e comentários

A criança

A criança (Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne, 2005)
8 MARÇO
terça-feira − 19h30

L’enfant (A criança). Direção: Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne. Produção: Luc Dardenne Jean-Pierre Dardenne, Denis Freyd; Les Films du Fleuve. Roteiro: Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne. Elenco: Jérémie Renier, Déborah François, Jérémie Segard, Fabrizio Rongione, Olivier Gourmet.
― Bélgica, França, 2005. Cor, 95 min. Em francês, com legendas em português.

Sonia, 18 anos, acabou de dar à luz um menino. Bruno, o pai, com 20 anos de idade vive de pequenos roubos cometidos por ele e seus comparsas adolescentes. Os dois veem de maneira bem diferente o significado da chegada desta criança, e os atos de Bruno em relação ao filho colocarão o casal diante de sérios dilemas sobre suas existências.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Críticas e comentários

A guerra dos botões (2011)

La guerre des boutons (Yann Samuell, 2011)

No dia 25 de agosto, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme A guerra dos botões (2011), dirigido pelo cineasta francês Yann Samuell.

Sinopse

Como em todos os anos no retorno às aulas, os estudantes de Longeverne, liderados por Lebrac, declaram guerra aos de Velrans. Numa dessas batalhas, Lebrac tem uma ideia – arrancar todos os botões e confiscar os cintos dos presos para que sejam castigados pelos próprios pais. Segundo Luiz Zanin, uma metáfora antibélica sempre atual.

La guerre des boutons (A guerra dos botões). França: 2011. Direção: Yann Samuell. Roteiro: Yann Samuell, baseado no romance de Louis Pergaud (1882-1915). Elenco: Eric Elmosnino, Mathilde Seigner, Fred Testot, Alain Chabat, Vincent Bres e outros. Música: Klaus Badelt. Fotografia: Julien Hirsch. Edição: Sylvie Landra. 109 min, em francês, com legendas em português.

Entrada franca

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Comentários e críticas

Filmes relacionados

  • War of the Buttons (A guerra dos botões). Reino Unido, França, Japão: 1994, 94 min, em inglês. Direção: John Roberts. Roteiro: Colin Welland, baseado no romance de Louis Pergaud. Elenco: Gregg Fitzgerald, Gerard Kearney, Darragh Naughton.
  • La guerre des boutons (A guerra dos botões). França: 1962. Direção: Yves Robert. Roteiro: François Boyer, baseado no romance de Louis Pergaud. Elenco: Jacques Dufilho, Yvette Etiévant, Michel Galabru. 90 min, P&B, em francês.

O filho do outro

O filho do outro (Lorraine Lévy, 2012)

No dia 5 de agosto, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme O filho do outro, dirigido pela cineasta francesa Lorraine Lévy.

«Senhor, desarmai a língua e as mãos, renovai os corações e as mentes, para que a palavra que nos faz encontrar seja sempre “irmão”, e o estilo da nossa vida se torne: shalom, paz, salam! Amém.»

Papa Francisco

Sinopse

Prestes a integrar o exército israelense para cumprir seu serviço militar, Joseph descobre que foi trocado na infância com Yacine, filho de uma família palestina da Cisjordânia. A vida das duas famílias se transforma radicalmente com esta descoberta, forçando cada um a reconsiderar seus valores e crenças.

Le fils de l’autre (O filho do outro). França: 2012, 105 min, em francês, inglês, árabe, hebraico. Direção: Lorraine Lévy. Roteiro: Noam Fitoussi, Lorraine Lévy. Elenco: Emmanuelle Devos, Pascal Elbé, Jules Sitruk.Distribuidor: Imovision.

Entrada franca.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Leituras indicadas

Era uma vez em Tóquio (1953)

Era uma vez em TóquioNo dia 29 de abril, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme Era uma vez em Tóquio (1953), dirigido pelo cineasta japonês Yasujiro Ozu (1903–1963) .

Ozu não é apenas um grande diretor, mas também um grande mestre e, depois que se conhece em seus filmes, um amigo.

Roger Ebert

Sinopse

Um casal idoso chega à cidade para visitar filhos e netos. Os filhos estão ocupados e os velhos lhes perturbam a rotina. Sem alarde e sem que ninguém admita, a visita não é agradável. O casal retorna para o lar. Dias depois a velha senhora morre. É o momento dos filhos fazerem o percurso inverso. Considerado a obra-prima máxima do diretor.

東京物語 – Tōkyō Monogatari (Era uma vez em Tóquio). Japão: 1953, 136 min, P&B. Direção: Yasujiro Ozu. Elenco: Chishû Ryû, Chieko Higashiyama, Sô Yamamura. Distribuição no Brasil: Cinemax.

Entrada franca.

Livre para todos os públicos

Leituras indicadas

A guerra dos botões (1962)

La-guerre-des-boutons-1962

No dia 11 de fevereiro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme La guerre des boutons (1962), dirigido pelo francês Yves Robert (1920 – 2002).

«Um dos melhores filmes sobre a infância – e um dos grandes panfletos pacifistas – da história do cinema.»

Sérgio Vaz

Sinopse

Como em todos os anos no retorno às aulas, os estudantes de Longeverne, liderados por Lebrac, declaram guerra aos de Velrans. Numa dessas batalhas, Lebrac tem uma ideia – arrancar todos os botões e confiscar os cintos dos presos para que sejam castigados pelos próprios pais. Segundo Luiz Zanin, uma metáfora antibélica sempre atual.

La guerre des boutons (A guerra dos botões). França: 1962, 90 min, P&B, em francês, com legendas em português. Direção: Yves Robert. Roteiro: François Boyer, baseado no romance de Louis Pergaud (1882 – 1915). Elenco: Jacques Dufilho, Yvette Etiévant, Michel Galabru.

Entrada franca.

Livre para todos os públicos

Leituras indicadas

Filmes relacionados

  • War of the Buttons (A guerra dos botões). Reino Unido, França, Japão: 1994, 94 min, em inglês. Direção: John Roberts. Roteiro: Colin Welland, baseado no romance de Louis Pergaud. Elenco: Gregg Fitzgerald, Gerard Kearney, Darragh Naughton.
  • La guerre des boutons (A guerra dos botões). França: 2011, 109 min, em francês. Direção: Yann Samuell. Roteiro: Yann Samuell, baseado no romance de Louis Pergaud. Elenco: Eric Elmosnino, Mathilde Seigner, Fred Testot.

O pequeno Nicolau

Le petit Nicolas (O Pequeno Nicolau). França, Bélgica: 2009. Laurent Tirard.

No dia 4 de fevereiro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme Le petit Nicolas (2009), dirigido pelo francês Laurent Tirard.

O Cine-Fórum inicia a temporada 2014 com um filme para ser visto por toda a família.

Sinopse

Nicolau leva uma vida pacífica, na França dos anos 50. Seus pais o amam mais que tudo e ele tem uma turma de amigos pestinhas para aprontar todas com ele, ou seja, a vida é perfeita e não precisa mudar. Mas um belo dia, Nicolau ouve uma conversa entre seus pais e imagina o pior – sua mãe está grávida e ele vai ter um irmão caçula. Com medo de ser esquecido, Nicolau reúne os amigos para ajudá-lo numa importante missão – mostrar que é indispensável.

Le petit Nicolas (O Pequeno Nicolau). França, Bélgica: 2009, 91 min, em francês, com legendas em português. Direção: Laurent Tirard. Roteiro: Laurent Tirard, Grégoire Vigneron, baseado na história em quadrinhos criada por René Goscinny e Jean-Jacques Sempé. Elenco: Maxime Godart, Valérie Lemercier, Kad Merad, Sandrine Kiberlain.

Entrada franca.

Livre para todos os públicos

Leituras indicadas