Léon Morin, padre

Léon Morin, padre (Jean-Pierre Melville, 1961)

4 DE OUTUBRO
quarta-feira − 19h30

Léon Morin, prêtre (Léon Morin, padre). Direção: Jean-Pierre Melville. Produção: Georges de Beauregard, Carlo Ponti. Roteiro: Jean-Pierre Melville, adaptação do romance Léon Morin, prêtre (1952), de Béatrix Beck (1914-2008). Música: Martial Solal. Fotografia: Henri Decaë. Edição: Jacqueline Meppiel. Elenco: Jean-Paul Belmondo, Emmanuelle Riva, Irène Tunc, Nicole Mirel, Gisèle Grimm e outros.
― 1961, França, Itália. P&B, 1h 57min. Em francês, com legendas em português.

Interior da França, durante a ocupação alemã, na Segunda Grande Guerra. Barny ― uma jovem viúva que vive com a sua filha pequena e que é militante do partido comunista ― decide dirigir-se à paróquia e confrontar um padre com a ideia da inexistência de Deus. Contudo, a reação do padre não era aquela que ela imaginava e desta inquietação surge um forte relacionamento entre os dois.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

 

 Críticas e comentários

 

 

Anúncios

Dom Camilo e o Deputado Peppone

30 DE MAIO
terça-feira − 19h30

Don Camillo e l’onorevole Peppone (Dom Camilo e o Deputado Peppone, ou, A grande briga de Dom Camilo). Direção: Carmine Gallone. Produção: Angelo Rizzoli. Roteiro: Giovanni Guareschi, René Barjavel, Leonardo Benvenuti, Agenore Incrocci, Furio Scarpelli, baseado na obra de Giovanni Guareschi (1908–1968). Música: Alessandro Cicognini. Fotografia: Anchise Brizzi. Edição: Niccolò Lazzari. Elenco: Fernandel, Gino Cervi, Claude Sylvain, Leda Gloria, Umberto Spadaro e outros.
― 1955, Itália, França, Rizzoli Film. P&B, 1h 37min. Em italiano, com legendas em português.

Dom Camillo, padre católico de uma pequena cidade do norte da Itália, fica furioso quando Peppone, o prefeito comunista da cidade, lança sua candidatura para deputado. A ideia de Peppone exercer mais poder do que tem atualmente deixa Dom Camillo fora de si. Ele tentará sabotar de todos os modos a campanha eleitoral de Peppone.

 

Livre para todos os públicos

O bom pastor

O Bom Pastor (Leo McCarey, 1944)

No dia 15 de dezembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme O bom pastor, dirigido pelo cineasta estadunidense Leo McCarey (1896–1969).

Sessão pipocaencerramento da programação 2015

Sinopse

O jovial Chuck levava uma vida alegre de desportos, canções e romance antes de se tornar padre da Igreja Católica. O agora Padre O’Malley é enviado a uma paróquia em um bairro periférico de Nova Iorque. Irá substituir Padre Fitzgibbon, pároco há 45 anos. Quando chega à paróquia, a experiência mundana de O’Malley’s ajuda-o a conectar-se à realidade local e a cooperar na mediação de conflitos, além de dar uma boa ajuda na área financeira da paróquia. O relacionamento, inicialmente conflituoso, entre o jovem e o idoso cresce numa bela alegoria de uma Igreja que tira do seu tesouro coisas novas e velhas (cf. Mt 13, 52).

Going My Way (O bom pastor). Estados Unidos: 1944. Direção: Leo Mccarey. Roteiro: Frank Butler, Frank Cavett, Leo McCarey, Lloyd C. Douglas. Elenco: Bing Crosby, Barry Fitzgerald, Frank McHugh, James Brown, Gene Lockhart e outros. 126 min, P&B, em inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

Os sinos de Santa Maria

 Os Sinos de Santa Maria (1945)

No dia 8 de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Os sinos de Santa Maria, dirigido pelo cineasta estadunidense Leo McCarey (1896–1969).

Este filme integra o Pequeno Festival Ingrid Bergman (1915–1982), na comemoração do centenário de seu nascimento.

#IngridBergman100

Sinopse

Padre Chuck O’Malley é enviado ao Colégio Santa Maria, dirigido por freiras, a fim de substituir o antigo pároco e ajudar a recuperar a instituição que se acha quase falida. O filme narra o relacionamento entre a Madre Mary Benedict, a superiora das religiosas do colégio, e o novo pároco, principalmente no que tange às diferenças de opiniões em relação à melhor forma de educar seus alunos.

The Bells of St. Mary’s (Os sinos de Santa Maria). Estados Unidos: 1945. Direção: Leo Mccarey. Roteiro: Dudley Nichols, Leo McCarey. Elenco: Bing Crosby, Ingrid Bergman, Henry Travers, William Gargan, Ruth Donnelly e outros. Música: Robert Emmett; Dolan. Diretor de fotografia: George Barnes. Edição: Harry Marker. Direção de arte: William Flannery; Albert S. D’Agostino. Figurino: Edith Head. 126 min, em inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

Comentários e críticas

Elefante branco

Elefante_Branco

No dia 23 de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Elefante branco, dirigido pelo cineasta argentino Pablo Trapero.

Sinopse

Na periferia de Buenos Aires, Argentina, dois padres católicos trabalham com empobrecidos e marginalizados. O local vive o cotidiano desumanizador da violência e da miséria. A polícia corrupta atua como aparato estatal de repressão e medo. A hierarquia católica omite-se frente a situações de grave injustiça denunciadas pelos dois clérigos, cujas vidas correm perigo por permanecerem do lado dos mais pobres. O filme evoca a memória do padre argentino Carlos Mugica, assassinado em 1974.

Elefante blanco (Elefante branco). Argentina, Espanha, França: 2012, 105 min, em espanhol, com legendas em português. Direção: Pablo Trapero. Roteiro: Alejandro Fadel, Martín Mauregui, Santiago Mitre, Pablo Trapero. Elenco: Ricardo Darín, Jérémie Renier, Martina Gusman.

Entrada franca.

Não recomendado para menores de 16 anos

O retorno de Dom Camilo

O retorno de Dom Camilo (Duvivier, 1953)

No dia 23 de julho, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB apresenta a comédia O retorno de Dom Camilo, do diretor francês Julien Duvivier (1896–1967), sequência do filme O pequeno mundo de Dom Camilo

A apresentação de O retorno de Dom Camilo  insere-se no pequeno festival de comédias «Bendito riso», apresentado em julho, pelo Centro Cultural de Brasília, em quatro sessões.

 

Sinopse

Após sucessivas brigas com Peppone, o prefeito comunista, Dom Camilo, o pároco, é enviado em exílio por seu bispo para uma aldeia remota. Peppone acha que tem agora o controle da situação. No entanto, quando o município decide construir um dique para controlar as cheias periódicas, o proprietário da terra se recusa. A guerra entre os clãs da aldeia está prestes a começar. Talvez apenas a mão forte de um bem conhecido padre poderia convencer o proprietário a mudar de ideia. Irá Peppone passar por cima de seu orgulho e pedir o retorno de Dom Camilo?

Le retour de Don Camillo • O retorno de Dom Camilo ― Julien Duvivier (1953) França, Itália. Elenco: Fernandel, Gino Cervi, Édouard Delmont. (115 min). Idioma: Italiano, legendas em português. .  

 ENTRADA FRANCA

Classificação indicativa

Livre para todos os públicos

Trailer

O retorno de Dom Camilo

O pequeno mundo de Dom Camilo

Dom Camilo e Peppone

No dia 2 de julho, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB apresenta a comédia O pequeno mundo de Dom Camilo, do diretor francês Julien Duvivier (1896–1967).

A apresentação de O pequeno mundo de Dom Camilo  insere-se no pequeno festival de comédias «Bendito riso», apresentado em julho, pelo Centro Cultural de Brasília, em quatro sessões.

 

Sinopse

Em um pequeno vilarejo italiano onde a terra é dura e a vida difícil, o pároco Dom Camilo e o prefeito comunista Peppone estão sempre brigando pela liderança da comunidade. Divididos pela política, ambos se admiram em segredo, o que sempre rende situações hilárias entre os dois.

Don Camillo • O pequeno mundo de Dom Camilo ― Julien Duvivier (1952) Itália; França. Roteiro: Julien Duvivier, René Barjavel, Oreste Biancoli; baseado na obra de Giovannino Guareschi. Elenco: Fernandel, Gino Cervi, Vera Talchi. (107 min). Distribuidor: ClassicLine. Idioma: Italiano, legendas em português.

 ENTRADA FRANCA

Classificação indicativa

Livre para todos os públicos