A nau dos insensatos

11 DE JULHO
terça-feira − 19h30

Ship of Fools (A nau dos insensatos). Direção e produção: Stanley Kramer. Roteiro: Abby Mann, baseado no romance Ship of fools (1962), de Katherine Anne Porter. Música: Ernest Gold. Fotografia: Ernest Laszlo. Edição: Robert C. Jones. Design de produção: Robert Clatworthy. Decoração: Joseph Kish. Figurino: Bill Thomas. Elenco: Vivien Leigh, Simone Signoret, José Ferrer, Lee Marvin, Oskar Werner e outros.
― 1965, Estados Unidos. P&B, 2h 29min. Em inglês, alemão, espanhol, com legendas em português.

O filme mostra a história de diferentes passageiros a bordo de um navio que viaja do México rumo à Alemanha pré-Hitler. Durante longos 36 dias, vários personagens contam suas vidas e suas experiências. Há um discípulo do nazismo, um rico judeu, um dançarino franzino e sua trupe. Um médico, Wilhelm Schumann, fica frustrado por não conquistar a bela Condessa; há o nobre e amaldiçoado espanhol; o amor entre os dois jovens e artistas americanos. E há também Glocken, um anão filósofo que anuncia que aquela é a nau dos insensatos.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

As sandálias do pescador

As sandálias do pescador

No dia 3 de março, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme As sandálias do pescador, dirigido pelo cineasta americano Michael Anderson, com Anthony Quinn (1915–2001). 

Sinopse

Depois de vários anos preso em um campo de trabalhos forçados na Sibéria, o padre Kiril Lakota é enviado à Roma, onde será criado cardeal. Com a morte do papa, Kiril torna-se um forte candidato à sucessão. Diante das pressões políticas do mundo, no período da Guerra Fria, quais as implicações de um papa vindo de um país comunista?
Baseado em romance homônimo de Morris West (1916 – 1999).

The Shoes of the Fisherman (As sandálias do pescador). Estados Unidos: 1968, 162 min, em inglês, latim, com legendas em português. Direção: Michael Anderson. Produtora: Metro-Goldwyn-Mayer (MGM). Roteiro: John Patrick, James Kennaway, baseado no romance homônimo de Morris L. West. Elenco: Anthony Quinn, Laurence Olivier, Oskar Werner, Vittorio De Sica.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

Fahrenheit 451

Fahrenheit 451

No dia 23 de abril, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB apresenta o filme Farenheit 451, do francês François Truffaut (1932 — 1984). A apresentação deste filme celebra o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

«Aqueles que queimam livros, acabam cedo ou tarde por queimar homens.»

Heinrich Heine (1797 — 1856)

Sinopse

A obra-prima literária de Ray Bradbury (1920 — 2012) sobre um futuro sem livros ganha assustadora dimensão realística neste clássico filme dirigido por François Truffaut, um dos grandes inovadores do cinema de todos os tempos. Montag (Oskar Werner) é um bombeiro designado para queimar livros proibidos até conhecer uma revolucionária professora que se atreve em lê-los. De repente ele se vê como um fugitivo caçado, forçado a escolher não apenas entre duas mulheres, mas entre sua segurança pessoal e a liberdade intelectual. Primeira produção de Truffaut em língua inglesa, o filme é uma fábula extraordinária em que a própria raça humana se transforma no terror mais assustador.

Fahrenheit 451Fahrenheit 451 ― François Truffaut (1966) Reino Unido. Roteiro: François Truffaut, Jean-Louis Richard (baseado no romance homônimo de Ray Bradbury). Elenco: Oskar Werner, Julie Christie, Cyril Cusack. (112 min). Distribuidor: Universal Pictures. Idioma: Inglês, legendado em português.

ENTRADA FRANCA

Classificação indicativa

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Leituras

  • Farenheit 451 ― Ray Bradbury. Tradução de Mário Henrique Leiria. Texto integral.

Trailer

https://www.youtube.com/watch?v=M1HZIy9rq1A