Klute

15 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

Klute (Klute, o passado condena). Direção e produção: Alan J. Pakula. Roteiro: Andy Lewis, David E. Lewis. Música: Michael Small. Fotografia: Gordon Willis. Edição: Carl Lerner. Elenco: Jane Fonda, Donald Sutherland, Charles Cioffi, Roy Scheider, Dorothy Tristan e outros.
― 1971, Estados Unidos. 1h 54min. Em inglês, com legendas em português.

John Klute (Donald Sutherland) é um detetive contratado para descobrir o paradeiro de um empresário desaparecido há seis meses. Ele chega a Nova York para investigar o caso e a única pista que possui são cartas de teor pornográfico enviadas a Bree Daniels (Jane Fonda), uma prostituta. Bree provavelmente será a próxima vítima do assassino.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

Beijos proibidos

Baisers volés (Beijos proibidos)

No dia 9 de junho, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Beijos proibidos, dirigido pelo cineasta francês François Truffaut (1932 – 1984).

Sinopse

Beijos proibidos é o terceiro filme protagonizado pelo personagem Antoine Doinel, o alterego do cineasta François Truffaut. Com o fim do serviço militar, Antoine Doinel procura um emprego e um amor em Paris. Depois de trabalhar como atendente noturno num hotel, passa a ser um detetive particular. Entre suas atrapalhadas investigações, vive um romance com a muito sensata Christine Darbon. Ao som da linda canção Que reste-t-il de nos amours, de Charles Trenet (1913 – 2001), Truffaut faz uma linda homenagem ao amor, com muita ternura e humor.

Baisers volés (Beijos proibidos). França: 1968. Direção: François Truffaut. Roteiro: François Truffaut, Claude de Givray, Bernard Revon, inspirado no romance Le Lys dans la vallée de Honoré de Balzac (1799 – 1850). Elenco: Jean-Pierre Léaud, Delphine Seyrig, Claude Jade, Michael Lonsdale, Harry-Max e outros. 90 min, em francês, com legendas em português.

Entrada franca

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

Mulheres da noite (1948)

mulheres-da-noite

No dia 18 de março, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme Mulheres da noite (1939), dirigido pelo japonês Kenji Mizoguchi (1898–1956).

A apresentação de Mulheres da noite pretende contribuir na reflexão sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2014«Fraternidade e Tráfico Humano». 

«Sua câmera móvel, porém de deslocamentos sutis, desenha planos rigorosamente compostos. É trabalho de cineasta e também de pintor. Esse artista não se contenta com o mero conteúdo social de suas obras. Ele trabalha a matéria do tema numa forma lapidada, em que as imagens parecem não sobrar nem faltar.»

Luiz Zanin

Sinopse

Mizoguchi mergulha no universo da prostituição com os olhos do crítico social. Mostra seres humanos desesperados, em busca de dinheiro, vendendo o que tiverem à mão para sobreviver. No caso, o próprio corpo. Uma visão nada amistosa da prostituição. No pós-guerra japonês, aquela vida nada tinha de fácil. As moças lutavam para viver e guerreavam-se entre si, em meio a outra luta, esta contra doenças sexualmente transmissíveis (DST) – sífilis em particular.

Yoru no onnatachi (Mulheres da noite). Japão: 1948, 75 min, P&B, em japonês, com legendas em português. Direção: Kenji Mizoguchi. Roteiro: Yoshikata Yoda, baseado no romance de Eijirô Hisaita (1898–1976). Elenco: Kinuyo Tanaka, Sanae Takasugi, Tomie Tsunoda. Distribuição: Lume Filmes.

Entrada franca.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Leituras indicadas