Chocolate

 

13  DE DEZEMBRO
quarta-feira − 19h30

Chocolat (Chocolate). Direção: Lasse Hallström. Produção: David Brown, Kit Golden, Leslie Holleran. Roteiro: Robert Nelson Jacobs, baseado no romance Chocolat (1999), de Joanne Harris. Música: Rachel Portman. Edição: Andrew Mondshein. Fotografia: Roger Pratt. Direção de arte: Lucy Richardson. Figurino: Renee Ehrlich Kalfus. Elenco: Juliette Binoche, Johnny Depp, Alfred Molina, Victoire Thivisol, Carrie-Anne Moss e outros.
― 2000, Reino Unido, Estados Unidos. 2h 1min. Em inglês, francês, com legendas em português.

Durante a Quaresma, em Lansquenet, uma aldeia francesa marcada pelas tradições e o peso da religião, chegam Vianne Rocher e sua filha Anouk. Vianne é uma jovem e encantadora mulher, mestra na fabricação de chocolate. A nova loja não é bem aceita pelo austero e controlador Conde de Reynaud.

 

O chef Gustavo Maragna, chocolatier, conversará com a plateia sobre a origem e fabricação do chocolate.

 

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 

 

Essa sessão encerra a temporada 2017 do Cine-Fórum.
Voltaremos no dia 21 de fevereiro de 2018.

 

Anúncios

Caché

Caché

No dia 25 de março, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme Caché (2005), dirigido pelo austríaco Michael Haneke.

A apresentação de Caché pretende contribuir na reflexão sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2014«Fraternidade e Tráfico Humano». 

«É uma história sobre culpa, sobre as coisas incômodas que escondemos de nós mesmos.»

Daniel Piza

Sinopse

Um casal recebe uma fita de vídeo com imagens de sua casa, que fora filmada por uma câmara instalada na rua. Depois disso começam a receber desenhos aterrorizantes. Assustado, o casal tenta descobrir o autor daquelas misteriosas ameaças que perturbam a paz de sua família. Logo percebem que quem os persegue conhece mais sobre o seu passado do que eles poderiam esperar.

Caché (Caché). França, Áustria, Alemanha, Itália, Estados Unidos: 2005, 113 min, em Francês, com legendas em português. Direção: Michael Haneke. Elenco: Daniel Auteuil, Juliette Binoche, Maurice Bénichou. Distribuidor: Sony Pictures Classics.

Entrada franca.

Não recomendado para menores de 16 anos

Leituras indicadas

A liberdade é azul


A liberdade é azul

No dia 12 de novembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme A liberdade é azul, filme inaugural da Trilogia das Cores, do polonês Krzysztof Kieslowski (1941–1996).

A exibição de A liberdade é azul (1993) insere-se na retrospectiva histórica feita pelo Cine-Fórum CCB ao longo de 2013.

Sinopse

Ao acordar num hospital depois de um acidente, Julie fica sabendo que sua filha e seu marido Patrice morreram. No desespero, Julie procura se desfazer de tudo que lhe lembre o passado Aos poucos, reencontra a vontade de viver com Olivier a retomar o trabalho do marido. Julie sente de novo a dor da perda ao reabrir antigas feridas, mas, com Olivier ao seu lado, tem mais confiança em si e no futuro.

Trois couleurs: BleuA liberdade é azul ― Krzysztof Kieslowski (1993) França, Polônia, Suíça. Elenco: Juliette Binoche, Zbigniew Zamachowski, Julie Delpy. (98 min). Idioma: Francês, romeno, polonês, legendas em português.

ENTRADA FRANCA
Classificação indicativa

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários