A nau dos insensatos

11 DE JULHO
terça-feira − 19h30

Ship of Fools (A nau dos insensatos). Direção e produção: Stanley Kramer. Roteiro: Abby Mann, baseado no romance Ship of fools (1962), de Katherine Anne Porter. Música: Ernest Gold. Fotografia: Ernest Laszlo. Edição: Robert C. Jones. Design de produção: Robert Clatworthy. Decoração: Joseph Kish. Figurino: Bill Thomas. Elenco: Vivien Leigh, Simone Signoret, José Ferrer, Lee Marvin, Oskar Werner e outros.
― 1965, Estados Unidos. P&B, 2h 29min. Em inglês, alemão, espanhol, com legendas em português.

O filme mostra a história de diferentes passageiros a bordo de um navio que viaja do México rumo à Alemanha pré-Hitler. Durante longos 36 dias, vários personagens contam suas vidas e suas experiências. Há um discípulo do nazismo, um rico judeu, um dançarino franzino e sua trupe. Um médico, Wilhelm Schumann, fica frustrado por não conquistar a bela Condessa; há o nobre e amaldiçoado espanhol; o amor entre os dois jovens e artistas americanos. E há também Glocken, um anão filósofo que anuncia que aquela é a nau dos insensatos.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

8½ (Otto e mezzo)

4 DE JULHO
terça-feira − 19h30

(Otto e mezzo / Oito e meio). Direção: Federico Fellini. Produção: Angelo Rizzoli. Roteiro: Federico Fellini, Ennio Flaiano, Tullio Pinelli, Brunello Rondi. Música: Nino Rota. Fotografia: Gianni Di Venanzo. Edição: Leo Catozzo. Design de produção, direção de arte e figurino: Piero Gherardi. Decoração: Vito Anzalone. Elenco: Marcello Mastroianni, Claudia Cardinale, Anouk Aimée, Sandra Milo, Rossella Falk e outros.
― 1963, Itália; França. P&B, 2h 18min. Em italiano, francês, inglês, alemão, com legendas em português.

Guido Anselmi, um famoso cineasta, encontra-se em crise de criatividade. Ao perceber um certo esgotamento no seu estilo de vida, resolve se internar em uma estação-de-águas para buscar inspiração.

É considerado um dos melhores filmes de todos os tempos.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

A noite dos desesperados

21 DE MARÇO
terça-feira − 19h30

They Shoot Horses, Don’t They? (A noite dos desesperados). Direção: Sydney Pollack. Produção: Robert Chartoff, Irwin Winkler. Roteiro: James Poe, Robert E. Thompson, baseado no romance They shoot horses, don’t they? (1935), de Horace McCoy (1897–1955). Música: Johnny Green. Fotografia: Philip H. Lathrop. Edição: Fredric Steinkamp. Elenco: Jane Fonda, Michael Sarrazin, Susannah York, Gig Young, Red Buttons e outros.
― Estados Unidos, 1969. 2h 9min Em inglês, com legendas em português.

Durante a grande depressão, na década de 1930, nos Estados Unidos, o desemprego assola a população. O filme mostra o universo dos concursos de dança, que testavam ao extremo a resistência dos competidores em troca de comida, roupas e alguns trocados.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

A grande testemunha

A grande testemunha (Robert Bresson, 1966)6 DE DEZEMBRO
terça-feira − 19h30


Au hasard Balthazar (A grande testemunha). Direção e roteiro: Robert Bresson. Música: Jean Wiener. Fotografia: Ghislain Cloquet. Edição: Raymond Lamy. Direção de arte: Pierre Charbonnier. Elenco: Anne Wiazemsky, Walter Green, François Lafarge.
― França, Suécia, 1966. P&B, 1h 35min. Em francês, latim, com legendas em português.

História de Balthazar, um jumento, que desde sua infância se vê cercado por crianças que o adoram, até a idade adulta. Sua vida é contada juntamente com a da menina que lhe deu o nome ― enquanto é maltratado pelo dono, ela será humilhada por um amante sádico.

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

Um dia, um gato

Um dia, um gato (Vojtech Jasný, 1963)
25 DE OUTUBRO
terça-feira − 19h30

Az prijde kocour (Um dia, um gato). Direção: Vojtech Jasný. Roteiro: Jirí Brdecka, Vojtech Jasný, Jan Werich. Música: Svatopluk Havelka. Fotografia: Jaroslav Kucera. Elenco: Jan Werich, Emília Vásáryová, Vlastimil Brodský, Jirí Sovák, Vladimír Mensík e outros.
― Checoslováquia, 1963. 1h 31min. Em checo, com legendas em português.

Um contador de histórias, morador de uma pacata cidade na Tchecoslováquia, conta aos alunos de uma escola a vida do professor Robert, a história de um antigo amor e seu gato de óculos escuros. Ao tirar os óculos, o gato colore as pessoas de acordo com seus sentimentos e personalidades. O caráter humano pelo ponto de vista de um gato, que apenas enxerga os humanos pelo que realmente são.

Livre para todos os públicos

 

 Críticas e comentários

A Condessa de Hong Kong

A Condessa de Hong Kong (Charles Chaplin, 1967)
13 DE SETEMBRO
terça-feira − 19h30

A Countess from Hong Kong (A Condessa de Hong Kong). Direção, roteiro e música: Charles Chaplin. Produção: Jerome Epstein; Charles Chaplin. Fotografia: Arthur Ibbetson. Edição: Gordon Hales. Elenco: Marlon Brando, Sophia Loren, Sydney Chaplin, Tippi Hedren, Patrick Cargill e outros.
― Reino Unido, 1967. 2h. Em inglês, francês, com legendas em português.

A história se passa principalmente em um navio que vai de Hong Kong para os Estados Unidos, e coloca em cena a Condessa Natascha (Sophia Loren), destituída de seus bens após a Revolução de 1917, e o empresário e diplomata Ogden Mears (Marlon Brando), que se envolve com a Condessa e se vê obrigado a escondê-la ilegalmente em sua cabine até a chegada a um território americano.

Livre para todos os públicos

Comentários e críticas

Dr. Fantástico

Dr. Fantástico (Stanley Kubrick, 1964)

23 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

Dr. Strangelove (Dr. Fantástico). Direção: Stanley Kubrick. Produção: Stanley Kubrick. Roteiro: Stanley Kubrick, Terry Southern, Peter George, baseado no romance  “Red Alert”, de Peter George. Música: Laurie Johnson. Fotografia: Gilbert Taylor. Edição: Anthony Harvey. Elenco: Peter Sellers, George C. Scott, Sterling Hayden, Keenan Wynn, Slim Pickens e outros.
― Reino Unido, Estados Unidos, 1964. P&B, 1h 35min. Em inglês, russo, com legendas em português.

O General Ripper fica maluco e arma um plano para iniciar a guerra nuclear. Então as autoridades máximas dos Estados Unidos e da União Soviética tentam parar um avião-bombardeiro cuja tripulação recebera ordens de lançar uma bomba nuclear na Rússia.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 Críticas e comentários