Ciúme à italiana

2 maio
quarta-feira, 19:30 — Centro Cultural de Brasília
Programado para dia 9 de maio, foi antecipado para 2 de maio, por questões técnicas.

Dramma della gelosia : tutti i particolari in cronaca (Ciúme à italiana). Direção: Ettore Scola. Produção: Pio Angeletti, Adriano De Micheli. Roteiro: Agenore Incrocci, Furio Scarpelli, Ettore Scola. Música: Armando Trovajoli. Fotografia: Carlo Di Palma. Edição: Alberto Gallitti. Elenco: Marcello Mastroianni, Monica Vitti, Giancarlo Giannini, Manuel Zarzo, Marisa Merlini e outros.
― 1970, Itália, Espanha. 1h 47min. Em italiano, com legendas em português.

Oreste, um operário de meia idade, conhece Adelaide, e logo se apaixona. O caso desperta a ira de Antônia a esposa de Oreste. A situação fica ainda pior quando Adelaide começa a namorar o jovem Nello, amigo de Oreste. Tomado por um violento ciúme, Oreste vai gradualmente perdendo o controle de suas emoções.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

Anúncios

A vida secreta das palavras

The Secret Life of Words

 

4 abril
quarta-feira, 19:30 — Centro Cultural de Brasília

The secret life of words (A vida secreta das palavras). Direção: Isabel Coixet. Produção: Brendan J. Byrne, Esther García, Pedro Almodóvar. Roteiro: Isabel Coixet. Fotografia: Jean-Claude Larrieu. Edição: Irene Blecua. Elenco: Sarah Polley, Tim Robbins, Sverre Anker Ousdal, Javier Cámara, Danny Cunningham e outros.
― 2005, Espanha, Irlanda. 1h 55min. Em inglês, dinamarquês, com legendas em português.

Hanna é uma mulher solitária e com um passado misterioso. Funcionária exemplar, ela é obrigada a tirar férias. Sem ter o que fazer e nem para onde ir, Hanna é voluntária para cuidar de Josef, um homem que ficou temporariamente cego depois de uma explosão numa plataforma de petróleo. Uma estranha intimidade surge entre eles. É uma ligação cheia de segredos, verdades, mentiras, condescendência e dor, da qual nenhum deles irá sair ileso e a qual irá mudar a vida de ambos para sempre.

Não recomendado para menores de 16 anos

Críticas e comentários

 

Falstaff : o toque da meia-noite

13 DE SETEMBRO
quarta-feira − 19h30

 

Falstaff: chimes at midnight (Falstaff: o toque da meia-noite). Direção: Orson Welles. Produção: Ángel Escolano, Emiliano Piedra, Harry Saltzman, Alessandro Tasca. Roteiro: Orson Welles, baseado em peças de William Shakespeare (1564–1616) e nas crônicas de Raphael Holinshed (1529–1580). Música: Angelo Francesco Lavagnino. Fotografia: Edmond Richard. Edição: Elena Jaumandreu, Frederick Muller, Peter Parasheles. Design de produção: Mariano Erdoiza. Decoração: José Antonio de la Guerra. Figurino: Orson Welles. Elenco: Orson Welles, Jeanne Moreau, Margaret Rutherford, John Gielgud, Marina Vlady e outros.
― 1965, Suiça, França, Espanha. P&B, 1h 59min. Em inglês, com legendas em português.

Inglaterra, início do século XV. Na iminência de uma guerra civil, o já idoso e doente rei Henrique IV luta tanto para manter seu reinado quanto contra os costumes boêmios que seu filho Hal, o futuro rei Henrique V, leva ao lado de Falstaff, um velho beberrão dono de hábitos desregrados.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Críticas e comentários

Branca de Neve


6 DE JUNHO
terça-feira − 19h30

Blancanieves (Branca de Neve). Direção e roteiro: Pablo Berger. Produção: Pablo Berger, Ibon Cormenzana, Jérôme Vidal. Música: Alfonso de Vilallonga. Fotografia: Kiko de la Rica. Edição: Fernando Franco. Figurino: Paco Delgado. Elenco: Macarena García, Maribel Verdú, Emilio Gavira, Daniel Giménez Cacho, Inma Cuesta e outros.
― 2012, Espanha, Bélgica, França. P&B, silencioso, 1h 44min. Em espanhol, com legendas em português.

Sevilha da década de 1920. Antônio Villalta é um toureiro, o mais famoso e adorado da Espanha. Ferido em uma tourada, fica à beira da morte. Enquanto isso, sua esposa dá à luz uma menina e morre. A garota, Carmencita, cresce aos cuidados da avó. Já o toureiro, que ficou paraplégico, casa-se com a enfermeira que tratou dele no hospital, Encarna. Com a morte da avó, a menina é mandada para a casa do pai, com quem nunca teve contato. A madrasta a proíbe de subir para o segundo andar, onde seu pai vive confinado. Porém, a menina tanto faz que reencontra o toureiro, solitário numa cadeira de rodas preso a um quarto. Se, num primeiro momento, há estranhamento entre eles, com o tempo se tornam amigos, e ele lhe ensina técnicas de tourada. Percebendo a situação, Encarna obriga o motorista a matar a menina, mas ele não consegue. A menina se integra à trupe de seis anões toureiros, que a chamam de Branca de Neve.

 

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Comentários e críticas

Biutiful

Biutiful ( Alejandro G. Iñárritu, 2010)
14 DE JUNHO
terça-feira − 19h30

Biutiful. Direção: Alejandro González Iñárritu. Roteiro: Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Armando Bo. Música: Gustavo Santaolalla. Elenco: Javier Bardem, Maricel Álvarez, Hanaa Bouchaib, Guillermo Estrella, Eduard Fernández e outros.
― México; Espanha, 2010. 2h 28min. Em espanhol, wolof, chinês, com legendas em português.

Esta é a história de um homem que vive uma queda livre emocional. Em sua viagem em busca de redenção, a escuridão ilumina o seu caminho. Conectado ao outro mundo, Uxbal é um trágico herói e pai de dois filhos que, ao sentir o perigo iminente da morte, batalha contra uma dura realidade e um destino que o impede de perdoar, perdoar-se, por amor e para sempre.

Não recomendado para menores de 16 anos

 Críticas e comentários

Volver

Volver (Pedro Almodóvar, 2006)7 DE JUNHO
terça-feira − 19h30

Volver. Direção: Pedro Almodóvar. Produção: Esther García, Agustín Almodóvar, Toni Novella. Roteiro: Pedro Almodóvar. Música: Alberto Iglesias. Elenco: Penélope Cruz, Carmen Maura, Lola Dueñas, Blanca Portillo, Yohana Cobo e outros.
― Espanha, 2006. 2h 1min. Em espanhol, com legendas em português.

Raimunda é uma mulher jovem trabalhadora, atraente, frágil emocionalmente. Raimunda guarda um segredo terrível desde sua infância. Vive com um marido desempregado e uma filha em plena adolescência. As finanças familiares não vão muito bem, e assim ela equilibra as finanças com diversos empregos. Sua irmã Sole, tímida e receosa, ganha a vida com um salão de beleza irregular. Seu marido a abandonou e fugiu com uma cliente e desde então ela vive sozinha. Paula é tia delas e mora em uma aldeia em La Mancha, onde toda a família nasceu. Uma aldeia castigada pelos ventos leste, a causa direta do alto índice de insanidade registrado lá e responsável pelos diversos incêndios que devastam a área em todos os verões.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

Elefante branco

Elefante_Branco

No dia 23 de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Elefante branco, dirigido pelo cineasta argentino Pablo Trapero.

Sinopse

Na periferia de Buenos Aires, Argentina, dois padres católicos trabalham com empobrecidos e marginalizados. O local vive o cotidiano desumanizador da violência e da miséria. A polícia corrupta atua como aparato estatal de repressão e medo. A hierarquia católica omite-se frente a situações de grave injustiça denunciadas pelos dois clérigos, cujas vidas correm perigo por permanecerem do lado dos mais pobres. O filme evoca a memória do padre argentino Carlos Mugica, assassinado em 1974.

Elefante blanco (Elefante branco). Argentina, Espanha, França: 2012, 105 min, em espanhol, com legendas em português. Direção: Pablo Trapero. Roteiro: Alejandro Fadel, Martín Mauregui, Santiago Mitre, Pablo Trapero. Elenco: Ricardo Darín, Jérémie Renier, Martina Gusman.

Entrada franca.

Não recomendado para menores de 16 anos