Crepúsculo dos deuses

Crepúsculo dos deuses (Billy Wilder, 1950)
17 DE MAIO
terça-feira − 19h30

Sunset Boulevard (Crepúsculo dos deuses). Direção: Billy Wilder. Produção: Charles Brackett. Roteiro: Charles Brackett, Billy Wilder, D.M. Marshman Jr. Música: Franz Waxman. Fotografia: John F. Seitz. Edição: Arthur P. Schmidt. Direção de arte: Hans Dreier, John Meehan. Decoração de interiores: Sam Comer, Ray Moyer. Figurino: Edith Head. Elenco: Gloria Swanson, William Holden, Erich von Stroheim, Nancy Olson, Fred Clark e outros.
― Estados Unidos, 1950. P&B, 1h 50min. Distribuição: Paramount Classics. Em inglês, com legendas em português.

Gloria Swanson como Norma Desmond, uma ex-rainha do cinema mudo, e William Holden, como um roteirista desconhecido, envolvido por ela, criaram dois memoráveis personagens neste filme. Vencedora de três Oscar, a versão do diretor Billy Wilder desta bizarra história é um verdadeiro clássico do cinema. Da inesquecível primeira cena até o inevitavelmente trágico desfecho, o filme é a palavra final sobre o lado cruel de Hollywood. Erich von Stroheim, como o descobridor, ex-marido e mordomo, e Nancy Olson, com o toque de brilho nesta sombria tragédia, forma igualmente aclamados por suas excelentes interpretações.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

«Sunset Boulevard é um dos filmes mais cruelmente amargos que já foram feitos sobre a indústria cinematográfica.
Na verdade, é um dos filmes mais cruelmente amargos que já foram feitos.»

Sérgio Vaz

 

Críticas e comentários

Anúncios

O bom pastor

O Bom Pastor (Leo McCarey, 1944)

No dia 15 de dezembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme O bom pastor, dirigido pelo cineasta estadunidense Leo McCarey (1896–1969).

Sessão pipocaencerramento da programação 2015

Sinopse

O jovial Chuck levava uma vida alegre de desportos, canções e romance antes de se tornar padre da Igreja Católica. O agora Padre O’Malley é enviado a uma paróquia em um bairro periférico de Nova Iorque. Irá substituir Padre Fitzgibbon, pároco há 45 anos. Quando chega à paróquia, a experiência mundana de O’Malley’s ajuda-o a conectar-se à realidade local e a cooperar na mediação de conflitos, além de dar uma boa ajuda na área financeira da paróquia. O relacionamento, inicialmente conflituoso, entre o jovem e o idoso cresce numa bela alegoria de uma Igreja que tira do seu tesouro coisas novas e velhas (cf. Mt 13, 52).

Going My Way (O bom pastor). Estados Unidos: 1944. Direção: Leo Mccarey. Roteiro: Frank Butler, Frank Cavett, Leo McCarey, Lloyd C. Douglas. Elenco: Bing Crosby, Barry Fitzgerald, Frank McHugh, James Brown, Gene Lockhart e outros. 126 min, P&B, em inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

Os sinos de Santa Maria

 Os Sinos de Santa Maria (1945)

No dia 8 de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Os sinos de Santa Maria, dirigido pelo cineasta estadunidense Leo McCarey (1896–1969).

Este filme integra o Pequeno Festival Ingrid Bergman (1915–1982), na comemoração do centenário de seu nascimento.

#IngridBergman100

Sinopse

Padre Chuck O’Malley é enviado ao Colégio Santa Maria, dirigido por freiras, a fim de substituir o antigo pároco e ajudar a recuperar a instituição que se acha quase falida. O filme narra o relacionamento entre a Madre Mary Benedict, a superiora das religiosas do colégio, e o novo pároco, principalmente no que tange às diferenças de opiniões em relação à melhor forma de educar seus alunos.

The Bells of St. Mary’s (Os sinos de Santa Maria). Estados Unidos: 1945. Direção: Leo Mccarey. Roteiro: Dudley Nichols, Leo McCarey. Elenco: Bing Crosby, Ingrid Bergman, Henry Travers, William Gargan, Ruth Donnelly e outros. Música: Robert Emmett; Dolan. Diretor de fotografia: George Barnes. Edição: Harry Marker. Direção de arte: William Flannery; Albert S. D’Agostino. Figurino: Edith Head. 126 min, em inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

Comentários e críticas

Os brutos também amam

Shane (Os brutos também amam)

No dia 14 de abril, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Os Brutos também amam, dirigido pelo cineasta estadunidense George Stevens (1904-1975), com Alan Ladd (1913-1964). 

Sinopse

A lendária versão do mais perfeito mito do gênero western. Shane, um errante e veterano pistoleiro, defende uma pacata família, aterrorizada por um rico boiadeiro e seu atirador de aluguel. Ao encarar a batalha decisiva, Shane vê o final de seu próprio estilo de vida.

Shane (Os brutos também amam). Estados Unidos: 1953, 118 min, em inglês, legendado em português. Direção: George Stevens. Produção: Paramount Pictures. Roteiro: A.B. Guthrie Jr., Jack Sher, baseado em romance homônimo de Jack Schaefer (1907 – 1991). Elenco: Alan Ladd, Jean Arthur, Van Heflin, Brandon De Wilde, Jack Palance. Distribuidor: Paramount.

Entrada franca

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

White Christmas (Natal branco)

White Christmas (1954)

Sessão pipoca de encerramento de 2014

No dia 16 de dezembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme White Christmas, dirigido pelo cineasta húngaro-americano Michael Curtiz (1886–1962), com músicas de Irving Berlin (1888–1989). 

Sinopse

Bob Wallace e Phil Davis são uma dupla de ex-militares, atualmente na Broadway, que descobrem que seu antigo chefe, o major-general Thomas F. Waverly, tem um hotel nas montanhas que tem sido prejudicado pela falta de neve. Têm, então, a ideia de promover um show no hotel, para atrair hóspedes.

White Christmas (Natal branco). Estados Unidos: 1954, 120 min, em inglês, com legendas em português. Direção: Michael Curtiz. Música: Irving Berlin. Produção: Robert Emmett Dolan. Roteiro: Norman Krasna; Norman Panama; Melvin Frank. Elenco: Bing Crosby, Danny Kaye, Rosemary Clooney, Vera-Ellen.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

O terceiro tiro

o-terceiro-tiro

Pequeno Festival
O RISO SAIU PELA CULATRA

No dia 21 de outubro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme O terceiro tiro, dirigido por Alfred Hitchcock (1899–1980). 

«Introducing Shirley MacLaine.»

Sinopse

Em uma pequena cidade do estado de New England, um corpo é encontrado em uma floresta, criando muita confusão: todos querem esconder ou fazer algo com o corpo, sem levantar suspeitas.

The Trouble with Harry (O terceiro tiro). Estados Unidos: 1955, 99 min, em Inglês, com legendas em português. Direção: Alfred Hitchcock. Roteiro: John Michael Hayes, baseado na novela homônima de Jack Trevor Story (1917—1991). Elenco: John Forsythe, Shirley MacLaine, Edmund Gwenn.

Entrada franca.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Leituras indicadas

Janela indiscreta (1954)

janela-indiscreta

No dia 25 de fevereiro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme Rear Window (1954), dirigido pelo inglês Alfred Hitchcock (1899–1980).

«Não querendo repetir o que é evidente, deixo ao espectador o cuidado de apreciar, neste filme, a perfeição técnica e a extraordinária qualidade da cor.»

Claude Chabrol

Sinopse

Quando o fotógrafo profissional J. B. Jeff Jeffries (James Stewart) fica confinado a uma cadeira de rodas por causa de uma perna quebrada, ele fica obcecado em observar os dramas particulares de seus vizinhos. Quando ele suspeita que um vendedor pode ter assassinado sua esposa, Jeffries pede a ajuda de sua namorada (Grace Kelly) para investigar a suspeita sequência de eventos. Eventos que definitivamente levam a um dos mais memoráveis e envolventes finais da história do cinema.

Rear Window (Janela indiscreta). Estados Unidos: 1954, 112 min, em inglês, com legendas em português. Direção: Alfred Hitchcock. Roteiro: John Michael Hayes, baseado em um conto de Cornell Woolrich (1903 – 1968). Elenco: James Stewart, Grace Kelly, Wendell Corey, Thelma Ritter. 

Entrada franca.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Leituras indicadas