A dança dos vampiros

A dança dos vampiros (Roman Polanski, 1967)

Dance of the Vampires [The Fearless Vampire Killers or: Pardon Me, But Your Teeth Are in My Neck]  (A dança dos vampiros). Direção: Roman Polanski. Produção: Gene Gutowski. Roteiro: Gérard Brach, Roman Polanski. Música: Krzysztof Komeda. Fotografia: Douglas Slocombe. Edição: Alastair McIntyre. Design de produção: Wilfred Shingleton. Direção de arte: Fred Carter. Figurino: Sophie Devine. Maquiagem: Tom Smith. Elenco: Jack MacGowran, Roman Polanski, Alfie Bass, Jessie Robins, Sharon Tate e outros. ― 1967, Estados Unidos; Reino Unido. 1h 48min. Em Inglês. Classificação indicativa: 12 anos.

Um caçador de vampiros, o professor Abronsius, e seu jovem e covarde assistente Alfred chegam a uma vila da Transilvânia onde se hospedam a fim de se prepararem para eliminar os vampiros da região. Alfred se apaixona pela filha do dono da estalagem. Quando ela é sequestrada pelo vampiro, Conde Von Krolock, os dois invadem seu castelo, para resgatar a moça e impedi-lo de continuar bebendo o sangue da população da vila. Acabam ficando presos no castelo habitado por dezenas de sugadores de sangue, que se preparam para o seu baile anual.

Ficha técnica: [IMDB]

Comentários e críticas

 

Anúncios

Júlia


22 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

Júlia (Julia). Direção: Fred Zinnemann. Produção: Richard Roth. Roteiro: Alvin Sargent, baseado no romance Pentimento: A book of portraits (1973), de Lillian Hellman (1905-1984). Música: Georges Delerue. Fotografia: Douglas Slocombe. Edição: Marcel Durham, Walter Murch. Elenco: Jane Fonda, Vanessa Redgrave, Jason Robards, Meryl Streep, Maximilian Schell e outros.
― 1977, Estados Unidos. 1h 57min. Em inglês, francês, russo, alemão, com legendas em português.

Duas amigas de infância percorrem caminhos diferentes: a mais rica, Julia, foi estudar em Viena, e a outra, Lillian Hellman, tornou-se escritora, e quando alcança a fama é convidada a ir para a União Soviética. Julia, que vive na Europa, pede-lhe que contrabandeie dinheiro através da Alemanha para ajudar as vítimas do regime nazista. A missão apresentava perigo, pois Lillian era uma intelectual judia que rumava para a Rússia comunista. As duas têm um rápido encontro e a escritora toma conhecimento que Julia tinha uma filha. Logo após regressar para a América do Norte, Lillian toma conhecimento que sua amiga Julia fora assassinada. Ela então viaja para a Inglaterra, na esperança de encontrar a filha de Julia, a quem tinha prometido cuidar.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

 Críticas e comentários