O mundo de Apu

25 DE ABRIL
terça-feira − 19h30

Apur Sansar (O mundo de Apu). Direção: Satyajit Ray. Roteiro: Satyajit Ray, baseado no romance autobiográficos Aparajito, de Bibhutibhushan Bandyopadhyay (1894 – 1950). Música: Ravi Shankar. Fotografia: Subrata Mitra. Edição: Dulal Dutta. Direção de arte: Bansi Chandragupta. Elenco: Soumitra Chatterjee, Sharmila Tagore, Alok Chakravarty, Swapan Mukherjee.
― Índia, 1959. P&B, 1h 45min. Em Bengali, com legendas em português.

Terceiro e último filme da Trilogia Apu. Apu já é adulto, vive pobremente e sonha ser escritor. Circunstâncias particulares levam-no a casar-se, mas a mulher morre de parto. Apu confia o filho aos sogros, joga fora o manuscrito do seu livro e sai para o mundo. Alguns anos depois, reencontra-se com o filho, ainda criança.

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Críticas e comentários

Anúncios

Maridos e esposas

Maridos e esposas (Woody Allen, 1992)

22 DE NOVEMBRO
terça-feira − 19h30

Husbands and Wives (Maridos e esposas). Direção e roteiro: Woody Allen. Produção: Robert Greenhut. Fotografia: Carlo Di Palma. Edição: Susan E. Morse. Elenco: Woody Allen, Mia Farrow, Sydney Pollack, Judy Davis, Juliette Lewis.
― Estados Unidos, 1992. 1h 43min. Em inglês, com legendas em português.

Esta comédia dramática conta a história de um casal que se afeta com a notícia da separação de seus melhores amigos. O casal Gabe Roth e Judy Roth recebem chocados a notícia de que Jack e Sally, um casal muito amigo deles, está se separando. Muito provavelmente pelo fato de Gabe e Judy também estarem se distanciando, e só agora tomarem consciência disto, a relação de ambos também começa a entrar em conflito. Assim, enquanto Jack e Sally tentam conhecer novas pessoas, o casamento de Gabe e Judy se mostra desgastado e eles começam a se sentir atraídos por outras pessoas.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Críticas e comentários

À meia luz

À meia luz

No dia 1º de setembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme À meia luz, dirigido pelo cineasta estadunidense George Cukor (1899–1983).

Este filme integra o Pequeno Festival Ingrid Bergman (1915–1982), na comemoração do centenário de seu nascimento.

#IngridBergman100

Sinopse

História de Paula Alquist, sobrinha de uma famosa cantora de ópera assassinada, e Gregory Anton, pianista pretendente e futuro esposo de Paula. Após o casamento, Gregory passa a torturar psicologicamente sua jovem esposa, fazendo-a acreditar que está enlouquecendo. A história passa a tomar um rumo diferente, embora embebida em suspense, quando o investigador Brian Cameron passa a desconfiar de Gregory.

Gaslight (À meia luz). Estados Unidos: 1944. Direção: George Cukor. Roteiro: John Van Druten, Walter Reisch, John L. Balderston, baseado na peça de teatro Angel Street, de Patrick Hamilton (1904–1962). Elenco: Charles Boyer, Ingrid Bergman, Joseph Cotten, Dame May Whitty, Angela Lansbury e outros. Música: Bronislau Kaper. Direção de fotografia: Joseph Ruttenberg. Edição: Ralph E. Winters. Direção de arte: Cedric Gibbons. 114 min, P&B, em inglês, com legendas em português.

Entrada franca

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Comentários e críticas

Lunchbox

The Lunchbox (2013)

No dia 28 de abril, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Lunchbox, dirigido pelo cineasta indiano Ritesh Batra. 

Sinopse

O Mumbai Dabbawallahs é um serviço de entrega de comida muito conhecido na região, na Índia. Um dia, um erro nas entregas faz com que Saajan, um solitário viúvo, conheça Ila, uma dona de casa infeliz no casamento. Os dois começam a se corresponder e, juntos, criam um mundo de fantasias, trocando mensagens que são levadas nas embalagens do Mumbai Dabbawallahs.

Dabba (Lunchbox). India, França, Alemanha, Estados Unidos: 2013, 104 min, em hindi e inglês, com legendas em português. Direção: Ritesh Batra. Roteiro: Ritesh Batra. Elenco: Irrfan Khan, Nimrat Kaur, Nawazuddin Siddiqui. Distribuidor: Imovision.

Entrada franca

Não recomendado para menores de 12 (doze) anos

Adivinhe quem vem para jantar

adivinhe-quem-vem-para-jantar

Pequeno Festival
SIDNEY POITIER

No dia 4 de novembro, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme Adivinhe quem vem para jantar, dirigido pelo cineasta americano Stanley Kramer (1913–2001). 

Sinopse

Joanna, a bela filha do editor liberal Matthew Drayton e de sua esposa aristocrata, Christina, retorna para casa com seu novo namorado, John Prentice, um ilustre médico. Christina aceita a decisão de sua filha de se casar com John, mas Matthew está chocado com a união interracial, bem como os pais do médico. Para acertar as coisas, as famílias devem sentar frente a frente e examinar os seus níveis de intolerância.

Guess Who’s Coming to Dinner (Adivinhe quem vem para jantar). Estados Unidos: 1967, 108 min, em inglês, com legendas em português. Direção: Stanley Kramer. Produção: Stanley Kramer, Georges Glass. Roteiro: William Rose. Elenco: Spencer Tracy, Sidney Poitier, Katharine Hepburn, Katharine Houghton, Cecil Kellaway.

Entrada franca

Livre para todos os públicos

A igualdade é branca

A igualdade é branca (Krysztof Kieslowski, 1994)

No dia 19 de agosto, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (Jesuítas) apresenta o filme A igualdade é branca, dirigido pelo cineasta polonês Krzysztof Kieslowski (1941–1996).

Sinopse

Um homem polonês sente-se humilhado pela mulher francesa na ação de divórcio. Ela alega que o marido era impotente e o casamento não havia se consumado. De volta à Polônia, ele transforma-se num próspero comerciante e não abandona seu desejo de vingança contra a ex-mulher. Com a ajuda de um amigo, encena a própria morte e manda chamar a mulher para herdar sua herança. Quando ela chega, sem conhecer a língua local, acaba sendo acusada do assassinato do ex-marido.

Trois couleurs: Blanc (A igualdade é branca). França; Suíça; Polônia: 1994, 91 min, em francês, polonês, inglês, russo. Direção: Krzysztof Kieslowski. Roteiro: Krzysztof Kieslowski, Krzysztof Piesiewicz. Elenco: Zbigniew Zamachowski, Julie Delpy, Janusz Gajos.

Entrada franca.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Leituras indicadas

Hanami — Cerejeiras em flor

cerejeiras-em-flor

No dia 22 de abril, terça-feira, às 19h30, o Cine-Fórum CCB (jesuítas) apresenta o filme Kirschblüten — Hanami (2008), dirigido pela cineasta alemã Doris Dörrie.

Sinopse

Apenas Trudi sabe que seu marido Rudi está sofrendo de uma doença terminal e ela precisa decidir se vai contar a ele ou não. O médico sugere que eles façam algo juntos, como realizar um velho sonho. Trudi decide não contar ao marido sobre a gravidade de sua doença e aceita o conselho do médico. Ela há muito tempo gostaria de ir ao Japão, mas primeiramente convence Rudi a visitar seus filhos e netos em Berlim. Quando chega na cidade, o casal percebe que os filhos estão tão ocupados com suas próprias vidas que não têm tempo para sair com eles. Na segunda viagem que Rudi aceita fazer com a esposa, ela morre repentinamente. Rudi fica devastado e não tem a menor ideia do que fazer. Através do contato com a amiga de sua filha, Rudi compreende que o amor de Trudi por ele havia feito com que ela deixasse de lado a vida que queria viver. Ele começa a vê-la com outros olhos e promete compensar sua vida perdida embarcando em uma última jornada, para o Japão, na época do festival das cerejeiras, uma celebração da beleza, da impermanência e de um novo começo.

Kirschblüten — Hanami (Hanami — Cerejeiras em flor). Alemanha: 2008, 127 min, em alemão, inglês, japonês, legendado em português. Direção: Doris Dörrie. Roteiro: Doris Dörrie. Elenco: Elmar Wepper, Hannelore Elsner, Aya Irizuki.

Entrada franca.

Não recomendada para menores de 14 (quatorze) anos

Leituras indicadas