Diabo a quatro

Groucho Marx em O Diabo a Quatro (1933)

9 DE AGOSTO
terça-feira − 19h30

Duck Soup (Diabo a quatro). Direção: Leo McCarey. Produção: Herman J. Mankiewicz. Roteiro: Bert Kalmar, Harry Ruby, Arthur Sheekman, Nat Perrin. Elenco: Groucho Marx, Harpo Marx, Chico Marx, Zeppo Marx, Margaret Dumont e outros.
― Estados Unidos, 1933. P&B, 68 min. Em inglês, com legendas em português.

A história de poder e corrupção se passa no mítico país da Freedonia, um país em crise e à beira de uma revolução. A milionária Sra. Teasdale (Margaret Dumont), a principal patrona de Freedonia, emprestará ao país 20 milhões se o presidente renunciar e entregar o comando ao “destemido e progressivo” Rufus T. Firefly (Groucho Marx). Na noite em que vai assumir seu novo cargo, Firefly chega tarde à cerimônia de posse, insulta a todos que avista e canta uma música sobre como pretende abusar de seu poder. Enquanto isto, o Embaixador Trentino (Louis Calhern) da vizinha Sylvania esquematiza como depor Firefly e tomar Freedonia para ele mesmo. No esforço de encontrar evidências suficientes para desmoralizar Firefly, ela manda seus mais confiáveis espiões, Chicolini (Chico Marx) e Pinky (Harpo Marx). Uma inacreditável confusão se instaura e as cenas que se seguem estão entre as antologias de humor no cinema.

 

Livre para todos os públicos

Críticas e comentários

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s