Morte! Três batidas na madeira…

Miguel Sartori

Inquietos (Gus Van Sant, 2011)

A palavra morte assusta a muitos. A sua vinda é temida e falar sobre ela faz…. não faz nada: evita-se falar sobre a morte. Em Inquietos, Gus Van Sant trata esse tema tão particular de forma leve, às vezes até engraçada, sem deixar de dar a ele a devida importância e, digamos assim, solenidade.

Inquietos, apesar de tratar o tempo todo sobre a morte, é um apelo à vida e ao amor. Anabel e Enoch se conhecem em uma homenagem póstuma e, depois da insistência da garota, passam a se encontrar, dando cor e vida aos dias solitários do rapaz. Enoch descobre que Anabel só tem mais três meses de vida e promete ajuda-la em sua passagem. Assim, os dois vivem intensamente os últimos dias da garota em meio a um conhecer-se e despedir-se.

Enquanto Enoch se faz presença e dá significado e amor à espera pela morte, Anabel faz o trabalho mais difícil de recobrar à vida Enoch, que desde a morte dos pais se isola em seu próprio mundo tendo como único amigo o “fantasma” de um kamikaze da II Guerra Mundial. A realidade da morte, sempre tão presente em todos os momentos, os faz viver!

Inquietos é repleto de metáforas de vida e morte, como quando Anabel conta sobre um pássaro canoro que pensa estar morto ao crepúsculo e, ao raiar do novo dia, canta uma belíssima canção por se perceber ainda vivo. É o que ocorre com os dois garotos que reaprendem o valor do amor e da vida diante da inicialmente trágica notícia da morte.

Poderia dizer que, para mim, a mensagem do filme seria: viver o momento presente doando-se inteiramente ao outro e a si mesmo. É o que a certeza da morte nos leva a fazer, paradoxalmente, gerando vida.

 

Um comentário sobre “Morte! Três batidas na madeira…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s