Maus hábitos

Imagem do filme Maus Hábitos

No dia 20 de março, às 19h30, o Cine-Fórum CCB apresenta o filme Maus hábitos, dirigido pelo mexicano Simón Bross. Após a projeção, teremos os comentários do médico de família e comunidade Ricardo Januzzi.

Maus hábitos é o último filme da série de três sessões que o Cine-Fórum apresenta no mês de março, dentro do tema da Campanha da Fraternidade de 2012 «Fraternidade e Saúde Pública», com o lema «Que a saúde se difunda sobre a terra».

O filme, de primorosa apresentação estética, retrata de forma bastante honesta as diferentes manifestações de desordens alimentares.

Discutir saúde e alimentação é urgente numa sociedade onde a fome ainda nos desafia e o culto ao corpo nos escraviza.

Hay gente que deja de comer porque esta muy llena, hay gente que deja de comer porque esta muy vacia.*

Simón Bross

Sinopse

Uma família e seu entorno são afetados por transtornos da alimentação. Anorexia nervosa e bulimia  nervosa convivem com fé, amor, inocência e vaidade. Todos são colocados à prova na hora das refeições. Matilde é uma jovem freira, recém-graduada em medicina, convencida que seus jejuns podem operar milagres. Elena é uma mulher obsessivamente magra que tem vergonha do peso de sua filha, e disposta a fazer de tudo para que esta pareça uma princesa no dia da sua primeira comunhão. Gustavo, marido de Elena, afasta-se gradualmente de sua mulher e redescobre a paixão nos braços de uma estudante aficionada por comida.

Malos hábitos • Maus hábitos ― Simón Bross (2007) México. Roteiro: Simón Bross, Ernesto Anaya. Elenco: Ximena Ayala, Elena de Haro, Marco Antonio Treviño. (103 min)

Entrada franca.

 Classificação indicativaNão recomendado para menores de 16 anos

Críticas e comentários

Textos sobre transtornos da alimentação

  • ESPINDOLA, Cybele Ribeiro; BLAY, Sérgio Luís. Percepção de familiares sobre a anorexia e bulimia: revisão sistemática. Rev. Saúde Pública [online]. 2009, vol.43, n.4, pp. 707-716.
  • FAVA, Melina Vianna; PERES, Rodrigo Sanches. Do vazio mental ao vazio corporal: um olhar psicanalítico sobre as comunidades virtuais pró-anorexia. Paidéia (Ribeirão Preto) [online]. 2011, vol.21, n.50, pp. 353-361.
  • LANDEIRA-FERNADEZ, J.; CHENIAUX, E. Transtornos da alimentação. In: —. Cinema e loucura: conhecendo os transtornos mentais através dos filmes. Porto Alegre: Artmed, 2010. Cap.11. p. 177-185.
  • WEINBERG, Cybelle. Do ideal ascético ao ideal estético: a evolução histórica da Anorexia Nervosa. Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2010, vol.13, n.2, pp. 224-237.

Trailer

* “Há pessoas que deixam de comer porque estão muito cheias. Há pessoas que deixam de comer porque estão muito vazias.” (Simón Bross)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s